'Fome no Brasil é uma grande mentira', diz Bolsonaro em reunião com jornalistas

Presidente fala que pautar a questão é um discurso populista

Por O Dia

Bolsonaro foi acompanhado pelo ministro Lorenzoni na coletiva com jornalistas e no evento na igreja
Bolsonaro foi acompanhado pelo ministro Lorenzoni na coletiva com jornalistas e no evento na igreja -
Rio - Em um café da manhã com jornalistas de veículos internacionais, realizado nesta sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a fome não é um problema no país: "Falar que se passa fome no Brasil é uma grande mentira. Passa-se mal, não come bem. Aí eu concordo. Agora, passar fome, não", disse. 
A afirmação foi uma resposta a uma repórter do jornal espanhol El País, que questionou sobre as metas e propostas que o governo federal tem para diminuir a pobreza no Brasil. Segundo ela, o assunto havia sido comentado em um encontro com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que destacou sua preocupação com o crescimento de pobres e faminstos. O momento em que Bolsonaro fala sobre o assunto foi filmado durante a live postada no perfil oficial do presidente em rede social. Assista a partir de 3m53: 
Ele complementa sua resposta dizendo que para resolver este ponto é preciso incentivar o empresário e quem deseja produzir, e dessa forma gerar mais emprego e não fazer, segundo ele, um discurso voltado para a massa pois tratar essa questão: "Nos conduzirá a uma situação semelhante à da Venezuela".
O presidente também usou a resposta sobre o combate a fome para criticar governos anteriores, pois, segundo ele, desde a era Fernando Henrique Cardoso, a distribuição de riqueza era atrelada à concessão de bolsas e com isso criou-se "um país das Bolsas". Ele acrescentou ainda que "políticos que criticam a questão da fome no Brasil, no meu entender, tem que estudar mais as consequências disso dai".
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários