Após cinco horas, chega ao fim cirurgia de Jair Bolsonaro

Operação para corrigir uma hérnia começou às 7h35 e acabou às 12h40

Por O Dia

Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro -
São Paulo - A cirurgia de Jair Bolsonaro para correção de uma hérnia durou cinco horas e chegou ao fim às  12h40 deste domingo. O procedimento, que aconteceu no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, começou por volta das 7h35. 
Durante a cirurgia, a equipe do presidente chegou a informar que a cirurgia corria de forma tranquila. A previsão inicial era de que o procedimento durasse até três horas — duas a menos que o resultado final. 
O primeiro boletim médico, divulgado nesta tarde, informa que o presidente vai se recuperar no apartamento e apresenta quadro clínico estável. 
A retirada de uma hérnia incisional do presidente é a quarta cirurgia após ele ter recebido uma facada em Juiz de Fora (MG) em 6 de janeiro do ano passado. 
Bolsonaro deve se licenciar do cargo por cinco dias, segundo informou o Palácio do Planalto. Ele deu entrada no hospital na noite de ontem (7). A previsão é que o presidente retome o cargo ainda no hospital, mas somente após um período inicial de recuperação. Ao todo, ele deve permanecer internado por até dez dias.

O filho Carlos Bolsonaro, vereador carioca, passou a noite com o pai. Pouco antes das 7h, horário previsto para início da cirurgia, o outro filho - o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) - chegou ao hospital. O presidente também é acompanhado pela primeira-dama Michelle Bolsonaro.
Confira a íntegra do boletim: 
"O Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, foi submetido à cirurgia de correção de hérnia incisional, hoje, 8 de setembro, às 7h35, com término às 12h40, no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. O procedimento foi bem-sucedido, realizado pelo cirurgião-chefe Dr. Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo e sua equipe. A técnica utilizada foi a Herniorrafia Incisional com implantação de tela. O paciente fará sua recuperação no apartamento e apresenta quadro clínico estável. Por orientação médica, estará com visitas restritas nesse momento". 
(com informações da Agência Brasil)

Comentários