Bolsonaro liberado para ir aos EUA

Por

Quatro dias após receber alta hospitalar, Jair Bolsonaro foi liberado pela equipe médica para ir a Nova York no início da próxima semana, onde participará da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU). A informação foi dada ontem por Otávio Rêgo Barros, porta-voz da Presidência, em entrevista dada ao lado de Antonio Macedo, cirurgião responsável pela operação de Bolsonaro, que veio de São Paulo a Brasília para fazer a avaliação do presidente.

Macedo afirmou que Bolsonaro deve seguir recomendações durante a viagem da próxima semana. Ele irá usar uma meia elástica e tomar injeções diárias anticoagulantes. Os principais riscos do deslocamento de quase nove horas até Nova York, disse Macedo, envolvem problemas vasculares. O presidente também deve ficar deitado em uma cama na aeronave presidencial e caminhar em alguns momentos.

Comentários