Idoso cai de maca em UPA, fica com hematoma cerebral e morre

Aposentado havia dado entrada na UPA com infecção urinária e caiu após a aplicação de uma injeção

Por iG

Idoso morreu na madrugada deste domingo (12), no Hospital Municipal de Contagem
Idoso morreu na madrugada deste domingo (12), no Hospital Municipal de Contagem -
Minas Gerais - Um idoso morreu na madrugada deste domingo no Hospital Municipal de Contagem, localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte, após cair de uma maca dentro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vargem das Flores.

O aposentado Jonas Amaro de Souza tinha 72 anos e havia dado entrada na UPA com sintomas de infecção urinária no dia 13 de novembro de 2019. A família disse ao G1 que o idoso recebeu atendimento em uma maca.

A queda teria acontecido após a aplicação de uma injeção. A partir de então, o quadro clínico de Jonas passou a se agravar. A filha do idoso, Josiane Rodrigues de Souza, alegou que o pai estava lúcido quando recebeu a medicação. Após a queda, Jonas teria perdido a consciência e não reconhecia os filhos.

Jonas foi encaminhado para o Hospital Municipal de Contagem. Na unidade, o diretor técnico Mário Caliari Corteletti teria informado que o paciente deu entrada apresentando um quadro de confusão mental. 

O idoso passou por exame de tomografia computadorizada, que detectou um hematoma na região do cérebro. Em seguida, ele foi encaminhado para o Centro de Tratamento Intensivo (CTI). Outros exames demonstraram a melhora do hematoma após a internação. O hospital alega que o motivo da confusão mental estaria associado a um quadro convulsivo. 

Após a morte do idoso, a família disse que foi impedida de ver o corpo ao chegar no hospital e que o cadáver estaria enrolado em um lençol para ser encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Um dos filhos se exaltou, quebrou a porta do local e machucou o pé. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários