Salles diz que foi expulso do Novo e desdenha Amoêdo: 'fico com Bolsonaro'

Ministro do Meio Ambiente comunicou sua expulsão do partido através de seu Twitter

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles
Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles -
Brasília - O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, usou sua conta pessoal no Twitter para informar que foi expulso do partido Novo, na manhã desta quinta-feira. A filiação de Salles já havia sido suspensa pela Comissão de Ética da legenda em outubro do ano passado sob alegação de que o ministro vinha "desdenhando de dados científicos", "revogando políticas públicas sem qualquer debate prévio" e "atuando com absoluta irresponsabilidade" à frente da pasta.

A justificativa não foi a mesma relatada por Salles em postagem na manhã desta quinta. "Fui comunicado da minha EXPULSÃO por ter assumido 'sem qualquer informação prévia ou pedido de autorização ao Partido NOVO', o cargo de Ministro de Estado do Meio Ambiente no governo do atual Presidente Sr. Jair Messias Bolsonaro", escreveu Salles, que ainda completou: "entre o ex-candidato à Presidência da República e presidente do Novo, João Amoêdo e Bolsonaro, fico com Bolsonaro!".

Comentários