Teich agradece Bolsonaro, exalta SUS e diz que deixa plano pronto

Em um rápido pronunciamento, sem espaço para perguntas, oncologista agradeceu a 'oportunidade' dada pelo presidente e disse que há programa de testagem pronto para ser implementado no país

Por O Dia

 Ex-ministro da Saúde, Nelson Teich
Ex-ministro da Saúde, Nelson Teich -
Brasília - O agora ex-ministro da Saúde, Nelson Teich, concedeu coletiva de imprensa na tarde desta sexta-feira, após deixar o cargo. 
Em um rápido pronunciamento, sem espaço para perguntas, o oncologista agradeceu a "oportunidade" dada pelo presidente Bolsonaro de estar à frente da pasta, disse que foi "criado pelo sistema público" e afirmou que deixa um plano para auxiliar secretários estaduais, municipais, prefeitos e governadores no combate ao coronavírus.
"Agradeço ao meu time, que sempre esteve ao meu lado", afirmou, antes de exaltar os demais integrantes do ministério e os profissionais de saúde do país. "Quando você vai na ponta e vê o dia-a-dia deles, você se impressiona", disse. 
Teich aproveitou o momento para exaltar também o Sistema Único de Saúde (SUS), lembrando que foi formado por instituições públicas, e afirmou ainda que há um programa de testagem da Covid-19 pronto para ser implementado.
"Eu não aceitei o convite pelo cargo, eu aceitei porque achava que podia ajudar o Brasil e as pessoas. Obrigado", concluiu.

Comentários