Outros caminhos

Cauã Reymond flerta cada vez mais com o ofício de produtor e deixa futuro em aberto. "Sou ator, mas quem sabe no futuro isso não muda de lugar?", diz, aos risos

Por Gabriel Sobreira

Não é de hoje que Cauã Reymond, 38 anos, gosta cada vez mais de encontrar (além de contar) boas histórias, combinar um ator com um personagem e ajudar a levantar recursos para os projetos em que está envolvido. Em 'Ilha de Ferro', série da Globo, sem previsão de estreia, o ator flertou com a função de produtor. A indicação da atriz Sophie Charlotte para a história partiu dele.

"Porque fizemos 'Reza a Lenda' (filme em 2016) e foi muito feliz no filme. O trabalho da Sophie é lindo. O Afonso (Poyart, diretor de 'Ilha de Ferro) pensava na Sophie e em algumas outras atrizes. E como era o primeiro trabalho dele na Globo, eu queria mostrar para ele como algumas coisas funcionavam. E tomei até um puxão de orelha porque falei não só com a Sophie, mas com outras pessoas e elas ligaram para lá (Globo). Eu superentendi que tinha que conversar com a produção e, no final das contas, as pessoas concordaram que a Sophie ia fazer superbem, e fez um trabalho lindo. Me imagino no futuro trabalhando de outra forma também", conta. "Eu sou ator, mas quem sabe no futuro isso não muda de lugar?", entrega, aos risos.

Comentários

Últimas de Diversão