Luan Santana conta detalhes da gravação do clipe com Tatá Werneck

'Era impossível fazer a cena sem rir', diz cantor

Por RICARDO SCHOTT

Luan Santana estreia sábado no comando do 'Só Toca Top', na Globo -

Rio - Luan Santana gravou na segunda-feira a primeira edição do 'Só Toca Top', ao lado de Fernanda Souza. O musical vai ao ar neste sábado destacando o forró (um gênero musical será privilegiado a cada edição), e o cantor está animado com o novo trabalho.

"Tenho certeza de que vai ser tudo maravilhoso. Eu e Fernanda temos uma sintonia muito grande e uma amizade que transcende o profissional. Ela é muito rápida e sagaz. Vou aprender muito tanto com a Fernanda quanto com a equipe que já tive contato", anima-se Luan. "Tivemos reunião na segunda e amei cada detalhe. A Fer é muito rápida, tenho certeza de que ela vai me dar várias dicas e vai ser uma escola. Vou aprender muito com todos. Tomara que seja um sucesso".

O Luan Santana que começou apenas como cantor virou apresentador e até ator já que costuma atuar nos clipes. Recentemente, ele fez uma parceria com Tatá Werneck em seu novo clipe, 'MC Lençol e DJ Travesseiro'.

"Tatá é uma grande parceira. Ela veio no bate e volta e ficou uma noite sem dormir para participar da gravação, pois tinha três horas para fazer o clipe, porque gravaria a novela no dia seguinte cedo. Mesmo assim, falou que ficaria o tempo que precisasse", conta, lembrando que foi tudo muito engraçado. "Era impossível fazer qualquer cena sem rir. Eu tinha que cantar e ela começava a fazer aqueles passos. Teve uma hora que travou tudo, e eu nem lembrei a letra mais. Foi o primeiro clipe dela. A música tem tudo a ver com a Tatá, de ser engraçada, sensual e romântica ao mesmo tempo. Quando ela chegou ali, até perguntou se tinha que olhar para a câmera. Gravou como se já fizesse clipe há décadas".

O clipe, como é típico de Luan, envolveu contato com o público. E de maneira peculiar: a produção do cantor pegou fãs na fila de um show e perguntou a eles se topariam conhecer uma nova dupla, MC Lençol e DJ Travesseiro. Alguns fãs toparam e, sem saberem, acabaram participando do clipe. "Foi tranquilo tirá-los de lá, até me surpreendi. As fãs não acreditavam. Aquele olhar delas de surpresa não tem preço", recorda o cantor, que fecha de vez sua relação com a música eletrônica no novo vídeo, com referências a DJ e MC.

"O sertanejo é um gênero que tem essa democracia, está aberto a essa fusão com todos os ritmos. Eu acredito demais nisso, é uma tendência. E 'MC Lençol e DJ Travesseiro' é um nome estranho, muito estranho. Eu tenho noção que tenha causado uma certa estranheza. Até inventei que era uma nova dupla que eu estava lançando, mas quando revelei que a dupla era trollagem e que era mesmo uma música, um monte de fã pediu para mudar o nome porque era estranho demais", revela. "Nos anos 80, as pessoas quando não queriam sair à noite, ir para festas, costumavam falar que iam para a balada 'El Dredon' curtir o DJ Pillow. É uma brincadeira que rolava entre os jovens há muito tempo, eu fui pesquisar. Ninguém tinha feito nenhuma música com esse tema até então. Quando eu soube disso, depois de a gente compor, tive certeza de que era mais uma chance de ser um grande sucesso".

Passados dez anos de carreira, completados ano passado, Luan diz que faria tudo da mesma forma. "Cada conquista, cada cenário, cada música, cada palco... Seria tudo igual. A gente aprende a cada dia e a gente sempre projeta, mas temos que ter em mente que o que vivemos no presente um dia vai ser passado, e é isso o que irá nos formar para o futuro. Lógico que todo mundo tem destino e acredito nele, mas nós contribuímos".

Comentários

Últimas de Televisão