Lucas Lucco admite que fica com fãs: 'Acho normal. É mulher do mesmo jeito'

Cantor também contou que não liga para os boatos sobre sua sexualidade: 'Sempre fui seguro com o que eu sou de verdade'

Por tabata.uchoa

Lucas faz uma média de 24 shows por mêsMaíra Coelho / Agência O Dia

Rio - Lucas Lucco tem só 22 anos. Os demais números que acompanham a recém-iniciada carreira de astro do sertanejo nacional, porém, são superlativos. Para começar, 120 milhões de visualizações no YouTube. Só ‘Mozão’, atual música de trabalho, já soma 26 milhões de views. A próxima, ‘Pra te Fazer Lembrar’, que ainda nem foi trabalhada pela gravadora, já tem 14,7 milhões.A Sony, que fechou contrato em dezembro passado com o cantor, está prestes a lhe entregar o disco de ouro por 40 mil CDs vendidos.

Lucas ostenta, ainda, uma média de 25 shows por mês, para o deleite das fãs, em sua maioria adolescentes, que se dividem pelo Brasil em mais de 3 mil fã-clubes. Nas redes sociais (até o fechamento desta reportagem): 4,8 milhões de fãs no Facebook, 777 mil seguidores no Instagram e 316 mil no Twitter.
É impressionante para um garoto que, há pouco mais de um ano e meio, saiu de Patrocínio, no interior de Minas, rumo a Goiânia, em busca de um lugar ao sol. Sim, é um meteoro. Mas Lucas quer mais.

O DIA ficou 24 horas na cola do cantor e ele falou sobre tudo: da vontade de fazer sucesso no exterior às suspeitas sobre sua sexualidade; de vaidade e obsessão por malhação ao namorico com a ex-Panicat Babi Rossi. E (babem, mulheres!) assumiu, tranquilamente, que fica com fãs. “Fico direto. Acho normal. É mulher do mesmo jeito”, disse Lucas, dentro do carro que o levava de Lagoa Santa, perto de Belo Horizonte, para um show em Pedro Leopoldo, também na Grande BH.

Todo o tempo em que a equipe do DIA ficou com Lucco foi praticamente cronometrado. Tudo deveria se encaixar entre o solene momento do treino (ele malha todos os dias com seu personal trainer, Hulk), o tempo da alimentação (ele come religiosamente de três em três horas), do descanso e do show. E, ainda assim, foi difícil. A maior parte da entrevista foi feita dentro do carro, enquanto Lucas jantava. Isso porque, quando chegou ao hotel, o cantor ficou poucas horas no seu quarto e logo saiu para malhar com o personal numa academia que conseguiram de última hora em Pedro Leopoldo. São 20 minutos pulando corda, mais elíptico (transport), além, é claro, de puxar peso para manter o corpo escultural.

“Meu lance com atividade física é mais do que só aparência. Além da questão da saúde, os treinos ajudam a controlar o meu estresse, por conta da agenda de shows lotada e das poucas horas de sono”, revela.
Enquanto conversávamos sobre vaidade e cuidado com o corpo, o próprio Lucas tomou a iniciativa de falar de um assunto tabu para muitos artistas: a sexualidade. “O pessoal fala que sou gay porque eu malho demais, sou todo certinho com minha alimentação e uso regata. Mas não ligo para essas coisas. Até já acostumei. Desde criança, sempre fui seguro com o que eu sou de verdade, com as coisas que quero usar e estilo de vida. Não sou tão vaidoso, mas gosto de cuidar do meu cabelo e de treinar”, garante o cantor, de 1,80 m de altura.

Ele tem oito tatuagens espalhadas pelo corpo e sabe que sua beleza impressiona as mulheres — incluindo a assistente de palco Babi Rossi, ex-Panicat, com quem ele teve um rápido affair. “Eu e ela ficamos juntos uma vez e nada mais. Hoje, temos uma amizade saudável.”

E, mesmo com tão pouco tempo para a vida pessoal, Lucas garante que consegue ‘ficar’. “Sair é coisa que eu não gosto. Não gosto de boate, nem festa. No máximo, faço reunião com amigos em casa. Mas é claro que ‘fico’. Sempre encontramos pessoas interessantes no camarim. ‘Fico’ com fãs direto. São pessoas que gostam da gente, admiram nosso trabalho”, assume a nova estrela, que sonha ser reconhecida internacionalmente.

“Invisto nisso. Mesmo que o público não veja de pronto, estou correndo atrás. No DVD, que gravei na minha cidade (Patrocínio), tem a participação do cantor espanhol Maluma. Acho que é o início do caminho”, diz o jovem artista, apontado pela própria equipe de trabalho como um cara absolutamente determinado. “Quando ele põe uma coisa na cabeça, ninguém tira. É impressionante o foco desse menino”, diz Hulk.

Lucas Lucco é vaidoso e gosta de malharMaíra Coelho / Agência O Dia

Entre uma pergunta e outra, chegamos ao Parque de Exposições de Pedro Leopoldo. Um pouco antes, Lucas queria saber se haveria batedores da polícia para garantir o acesso ao local sem problema. Não houve batedores. Nem problemas. A entrada para os camarins passava longe do público, que, naquela noite, chegava a 30 mil. Lucas desceu do carro, deu tchauzinho para umas poucas fãs que estavam por perto e seguiu direto para seu camarim. O lugar estava todo preparado para ele, com fotos da família, algumas roupas para troca durante o show e uma mesa farta: pães, frios, frutas, água, sucos, chás, refrigerantes e uma garrafa de uísque. Mas era tudo para os convidados, porque Lucas nunca abre mão da sua rigorosa dieta, com pouquíssimo carboidrato, muita proteína e nada de gordura, sal ou açúcar.

“Não como outras coisas, nem no Natal, nem na Páscoa. Quando estou em casa, gosto de cozinhar para minha família. Faço um prato para eles e o meu, à parte. É a questão do foco”, conta, segurando uma lata de energético zero caloria. “Isso é a única coisa que eu bebo sem ser água e chá”, garante.

E, nas quase duas horas entre a chegada ao local do show até a entrada no palco, Lucas recebeu todas as fãs que faziam fila na porta do camarim. “Minha meta é sempre atender todas. Às vezes, não dá. Mas faço o máximo para atender antes e depois da apresentação. Esta é a parte positiva do meu trabalho, do sucesso: o reconhecimento do público”, diz o sertanejo. Do lado de fora, as meninas, a maioria adolescentes, esperavam ansiosas para uma foto com o ídolo. Raquel Cristina Silva, de 16 anos, disse que brigou com o namorado para ir ao show. “Tinha que vir. Lucas é lindo demais.” Raquel estava com Anna Luiza Chiari, também de 16 anos. “Ele é o cara mais bonito que eu já vi.”

O quarteto que forma ‘As Tesudas do Lucas’, um dos fã-clubes do cantor, estava lá. Talita Maciel, 18, Tatiane Soares, 18, Thalita Grazieli, 19, e Thais Souza, 21 (todas com ‘T’, daí o Tesudas), estavam entre as mais empolgadas. “Somos de Belo Horizonte. Sempre vamos aos shows juntas; já estivemos em 25 apresentações. Nos conhecemos pela internet, por causa dele. Lucas é demais”, disparou Talita.

Carla Larissa, 14, era uma fã especial na noite. Diagnosticada com câncer no cérebro em junho do ano passado, ela conheceu o cantor através da internet e logo se sentiu inspirada pelas músicas, tornando-se tiete. Acabou sendo convidada para participar da gravação do DVD em Patrocínio, por conta do desejo de Lucas de trabalhar socialmente a questão da prevenção do câncer. A história do clipe de ‘Mozão’, aliás, fala da doença, com roteiro assinado pelo próprio Lucas. No show de Pedro Leopoldo, Carla, que é de lá, fez participação especial. De longo branco, entrou no palco na hora de ‘Mozão’, ganhou palavras de carinho de Lucas e, ainda, um buquê de flores.

“Minha filha estava sem andar. Há duas semanas, quando soube que viria ao show, ficou de pé novamente”, contou a mãe da menina, Célia Gonçalves. “Eu fiz uma tatuagem (no ombro) com o nome dele. Mas, na verdade, Lucas está tatuado no meu coração. Ele mudou a minha vida”, contou, emocionada.

O Incrível Hulk

O treinador pessoal de Lucas Lucco, Elanderson Nascimento Silva, apelidado pela equipe de Hulk, é uma espécie de anjo-da-guarda-faz-tudo. Ele coordena os exercícios, é segurança, nutricionista e chef de cozinha (foi ele quem elaborou e prepara a dieta do cantor). Até do show Hulk participa. É uma entrada-relâmpago, mas ele está lá. “Em agosto faz um ano que acompanho o Lucas. Como fui fisiculturista, eu mesmo elaborei o cardápio dele. Meu aluno é muito dedicado. Ontem mesmo, ele treinou às três da manhã, depois do show. Posso dizer que o problema dele, hoje, é o sono. Ele dorme praticamente três horas por noite. É correria”, revela o treinador, que conheceu o astro numa academia em Brasília.
Hulk conta que o cantor faz sete refeições diárias. No café da manhã, uma omelete de 10 a 15 claras com aveia. No almoço, 300g de carboidrato, arroz integral ou macarrão, com proteína, frango ou carne vermelha. No jantar, mais proteína. Não tem gordura, açúcar nem sal. Nem salada, nem fruta. Entre uma refeição e outra, tem ainda seis litros de água, whey e, às vezes, gelatina zero.

Curiosidades

A mãe de Lucas tinha de 13 para 14 anos quando ele nasceu.

Lucas Lucco começou a carreira cantando em barzinhos. No repertório, de tudo um pouco: Cazuza, Abba, A-ha, Barão Vermelho e também moda de viola.

O astro ainda precisa de tomar remédio para dormir. “Não é nada forte, mas preciso relaxar.”

Quando está de folga, Lucco corre para Patrocínio. Na verdade, o objetivo dele é, em breve, comprar um jatinho para voltar a morar na cidade natal. Viver em Goiânia é somente uma decisão estratégica para a carreira.

Quando está com a família, ele gosta de fazer macarrão na panela de pressão e bolo. “Sei fazer de vários sabores, mas eu não como.”

O Ipod de Lucas é uma mistura de ritmos. "Baixo muita música, todos os dias. Bandas diferentes, grupos novos... Abre a cabeça e podem virar referência na hora de compor". Tem lá: Onze e Vinte, Justin Bieber, Power Willians, Billy Ray e Thalles Roberto.

Lucas é um devorador de livros. “Leio dois por semana. Sério!” Quando falamos com Lucas, a bola da vez era ‘A Magia’, de Rhonda Byrne.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia