Cláudia Rodrigues retoma a rotina cinco meses após transplante

Sob tratamento de esclerose múltipla, atriz já consegue caminhar e foi vista em momento de lazer no Rio de Janeiro

Por karilayn.areias

Rio - Aos 44 anos, Cláudia Rodrigues está se reerguendo com o tratamento da esclerose múltipla, doença de que sofre há anos. Cinco meses após se submeter ao transplante de células-tronco, a atriz já consegue caminhar e, aos poucos, retoma a sua rotina. 

Cláudia Rodrigues tem sido vista em shoppings do Rio%3B atriz segue no tratamento da esclerose múltiplaAgNews

Na noite de quinta-feira, Cláudia foi vista em um shopping no bairro da Gávea, no Rio de Janeiro, na companhia de sua única filha Isabela, de 13 anos. Por conta da baixa imunidade, a atriz ainda precisa usar máscara hospitalar para sair de casa. As sessões de fisioterapia também continuam na rotina de Cláudia, que realiza terapia ocupacional diariamente.

Em plena recuperação, Cláudia Rodrigues passou por um momento delicado logo após o transplante. "Depois do transplante ela teve uma queda de pressão para 5x3 e febre de 40 graus que quase a levou a óbito. Ela olhou para mim toda branca, dizendo 'Eu não estou bem'", recorda Adriane Bonnato, empresária da atriz, em entrevista ao "Domingo Show", da Rede Record.

Na atração, Cláudia ainda confessou que cogitou tirar a própria vida para acabar com o sofrimento. "Pensei em tirar a minha vida. Mas repensei: 'Eu estou errada. Ninguém tem direito de tirar a vida, só Deus. Se está pensando nisso, pode esquecer'", disse.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia