Por daniela.lima

Rio - A cena em que Edith (Bárbara Paz) conta à família que Félix (Mateus Solano) é gay repetiu o recorde de audiência de ‘Amor à Vida’ na quinta-feira: 39 pontos de média, com 63% de participação. O barraco, que também foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, fez até com que Mateus Solano saísse da gravação com dor de cabeça. 

Cena em que Edith conta que Félix é gay%2C em 'Amor à Vida'%2C dá 39 pontos de audiênciaReprodução de Internet


“Como é uma cena crucial, eu me exijo muito. Não posso depender só do que vem na hora. Eu preciso me tencionar, eu preciso ter água no olho. Você sobrecarrega as suas ferramentas de trabalho. Confesso que saí com dor de cabeça, mas é uma ótima dor de cabeça, porque é de fazer o que eu gosto”, contou o ator ao site oficial da novela.

Com atuações marcantes de Mateus, Bárbara Paz e Antonio Fagundes (o César, pai do vilão), a cena mereceu elogios do autor Walcyr Carrasco: “Maravilhoso. Para mim, é um orgulho contar com grandes atores. Todos dando o máximo na interpretação”.

Apesar das maldades praticadas por Félix, Carrasco destaca a fragilidade do vilão diante da família. Na cena de ontem com César, ele chora quando o pai ameaça deserdá-lo e expulsá-lo do hospital. “Acho que pela primeira vez na TV estamos contando a história de um personagem que é mau, mas também tem suas fragilidades, sem estereótipos. Félix é um ser humano com suas sombras”, diz.

Para Mateus, Félix tem boa aceitação com o público pelo que ele representa: “Ele carrega a luta dos homossexuais reprimidos, que não conseguem se aceitar. Como diz a Paloma (Paolla Oliveira) na cena, o mais importante é você se aceitar primeiro”.

Você pode gostar