'Império': Cora finalmente tem noite de amor com José Alfredo

Comendador reserva suíte luxosa e garrafa de champanhe

Por daniela.lima

Cora ainda pega foto antiga da irmã e diz: 'Consegui'Divulgação

Rio - A coluna revelou em primeira mão que Cora (Drica Moraes) negociaria os quatro pedaços do diamante cor-de-rosa com José Alfredo (Alexandre Nero) em troca de uma noite de amor. Agora, contamos os detalhes da sequência da novela ‘Império’, no ar a partir do dia 30. A proposta surpreende o Comendador: “

Achei que ia pedir parte do meu Império.” Safadinha, ela olha abaixo da cintura de J.A. e diz: “Pedi sim. Uma parte considerável, volumosa, imperial”. Ele cai na risada: “Uma noite de amor comigo, Cobra. Logo você? Mas nem se fosse pra salvar minha vida.” Cora diz que o assunto está encerrado e que ela continuará virgem, mas rica, já que achará alguém disposto a pagar uma fortuna pelos pedaços do diamante. José Alfredo manda que faça o preço que ele paga. Cora sai.

O Comendador manda que espere, mas ela não lhe dá ouvidos e alisando o corpo provoca: “Sabia que tenho pretendentes que esperam ansiosamente por aquilo pra que você diz ‘nunca’? Fala francamente: é tão difícil assim de me encarar ?” Seco, J.A. diz que sim. Ela: “Então, não insista, nem agora nem depois, pra mim perdeu a graça. Agora eu é que digo: nunquinha! E, como você não pode provar que o diamante é seu, já que nunca declarou a posse dele no imposto de renda, ele é de quem o achou, ou seja, meu!”

Depois de pensar que já fez coisas piores na vida, J.A. mudará de ideia. Vai à casa de Cora, bate um longo papo e a megera, aceita: “Mas tem que ser em grande estilo. Num hotel cinco estrelas, com direito a muito champanhe e lençóis de algodão egípcio. Prepare tudo e me chame. Agora ande, vá que a pressa é sua!” Vitoriosa, olha o retrato da irmã: “Viu só, Eliane? Você não passa de uma caveirinha, e seu querido vai ser todo meu. Finalmente!”

Na noite especial, Josué (Roberto Birindelli), motorista de José Alfredo, passa para pegar Cora e a leva ao hotel de luxo. Ela caminha pela suíte, à meia luz, velas acesas, sentindo-se poderosa. José Alfredo chega. Eles trocam umas palavras, depois ele abre a garrafa de champanhe, coloca em duas taças e serve. Cora se aproxima e pergunta: “Jura que vai ser carinhoso comigo?” Ele: “Como você preferir...” Ela: “Se quiser, pode me estrangular um pouquinho. Eu deixo.” Cora o abraça e beija. José Alfredo se deixa abraçar e beijar. Sobre o ombro dela, dá para ver que seus olhos estão completamente frios.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia