Wellington Muniz, o Ceará, estreia solo no Multishow

Humorista promete dar a cara a tapa no ‘A Grande Farsa’, e diz que nascimento da filha foi o motivo de sua saída do ‘Pânico'

Por tabata.uchoa

Wellington Muniz%2C o Ceará%2C aparece de cara limpa no programa e faz imitações consagradas como Gabi Herpes e Silvio SantosEdu Viana / Divulgação

Rio - Silvio Santos, Gabi Herpes, Dantena e Regina Ralé. O que eles têm em comum? Todos são imitações feitas pelo humorista Wellington Muniz, o Ceará, que deixou o ‘Pânico na Band’ em dezembro passado para se aventurar em programa solo na TV por assinatura. Na próxima segunda-feira, às 22h30, no Multishow, ele estreia no comando de ‘A Grande Farsa’, em que apresenta esquetes, recebe convidados e interpreta seus conhecidos personagens, além de outros tipos criados especialmente para a atração.

“Eu sempre quis ter um programa como apresentador, em que eu pudesse desfilar meus personagens, com plateia. O título do programa não foi eu que dei, mas acho que combina bem com a atração, com a coisa do teatro. Porque eu não sou o Silvio Santos, sou um farsante, e não me levo a sério em momento algum”, diz Ceará.

No programa, com direção de Márcio Trigo, nada é o que parece ser. O humorista, que também aparecerá de cara limpa, conta que deve ser surpreendido pela produção em vários momentos. “É uma oportunidade para o público que só conhecia meus personagens me ver também como comunicador. Para mim também é algo novo, vou dar a cara para bater”, admite.

Cada um de seus tipos já conhecidos dos telespectadores vai ter um quadro. Em ‘Diferente com Gabi’, Ceará encarna a Gabi Herpes para entrevistar personalidades. Já Silvio Santos aparece no ‘Show de Caloucos’, em que os candidatos testam seu talento e passam pelo crivo dos jurados. No ‘Ixxquentão no Palco’, Regina Ralé dá dicas para ficar na moda gastando pouco.

“Eu também vou participar das brincadeiras, assim como a plateia e convidados. Neste programa, a grande estrela é o público”, explica ele, que vai contar com participações especiais de famosos como Adriane Galisteu, Danilo Gentili, Otavio Mesquita, Rafinha Bastos, Sabrina Sato e Mr. Catra.

Além das imitações consagradas, Ceará criou 20 personagens inspirados em profissões brasileiras. No quadro ‘Povo Falha’, a cada semana, ele interpretará um tipo diferente, indo às ruas para conversar com as pessoas.

“São tipos do cotidiano, gente que não é famosa, mas faz o nosso país. Vou para a rua e falo com o povo. As externas são perto do estúdio Quanta, onde gravamos (em São Paulo). Mas não é nada a sério”, adianta.

SAÍDA DO ‘PÂNICO’
Animado com o novo programa, Ceará diz que a decisão de deixar o ‘Pânico na Band’ foi tomada depois do nascimento de sua filha com Mirella Santos. Ele fez parte da trupe do humorístico comandado por Emílio Surita durante 17 anos. “A gente tem que saber o momento certo de sair. Quando minha filha nasceu, pensei: ‘É hora de arriscar.’ Sou muito grato a eles”, conta o humorista, que garantiu ter saído sem traumas e se referiu ao antigo programa como “página virada”.

Apesar de confessar um medinho no início da transição, Ceará garante que está confiante. “Hoje é pensar pra frente”, diz ele, que completa: “Não estou criando muita expectativa, só peço que as pessoas assistam e depois falem o que acharam.”

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia