Mais Lidas

Retrospectiva das novelas de 2016

Morte de protagonista de ‘Velho Chico’ marcou o ano nas novelas. Entre os bons momentos, um dos destaques foi a minissérie ‘Justiça’

Por bianca.lobianco

Rio - ‘VELHO CHICO’ E A MORTE DE DOMINGOS MONTAGNER: Faltando duas semanas para o fim da novela das nove da Globo, no dia 15 de setembro, o intérprete de Santo tinha gravado suas cenas na cidade de Canindé de São Francisco, no Sergipe, e foi almoçar com a colega Camila Pitanga. Após o almoço, os dois foram mergulhar no Rio São Francisco. Mas a correnteza ficou forte demais e puxou o ator, que acabou se afogando. O corpo dele foi encontrado horas depois. Foi velado e enterrado em São Paulo.

Trama do personagem Santo não foi alterada na novela 'Velho Chico' após a morte de Domingos MontagnerDivulgação

Outra perda: o ator Umberto Magnani, o padre Romão, que, no dia do seu aniversário (25 de abril), sofreu um acidente vascular encefálico (AVE) hemorrágico. Magnani faleceu dois dias depois em um hospital, na Barra, e foi substituído por Carlos Vereza, o padre Benício. Já Domingos continuou aparecendo na novela, porque tinha gravado algumas cenas.

Nos últimos capítulos, a câmera funcionou como o olhar de Santo. No final, o ator ganhou uma emocionante homenagem.

‘JUSTIÇA’ — GLOBO. Foi disparada a melhor produção realizada este ano. Com o mote de até onde ir por justiça ou vingança, a minissérie de 20 capítulos mostrou personagens complexos, ótimas interpretações, bom texto de Manuela Duarte, direção primorosa de José Luiz Villamarim e ritmo acelerado do começo ao fim. Cada dia uma história era apresentada, abordando temas espinhosos como eutanásia, racismo, estupro e corrupção, entre outros. Vai deixar saudade.

Adriana Esteves em cena em JustiçaDivulgação

‘CÚMPLICES DE UM RESGATE’ — SBT. A novela protagonizada por Larissa Manoela, que viveu as gêmeas Manuela e Isabela, foi um sucesso. O último capítulo foi líder no horário. No Youtube, o canal oficial da novela já ultrapassou 1,5 bilhão de visualizações de seus vídeos. Os shows da banda Cúmplices de um Resgate em turnê nacional arrastaram milhares de crianças. E Larissa virou estrela e musa teen. 

Larissa Manoela e Juliana Baoni como Manuela e Rebeca%2C respectivamente na novela 'Cúmplices de um Resgate'Divulgação

‘ESCRAVA MÃE’ — RECORD. Abordando a história pregressa do sucesso mundial ‘Escrava Isaura’, a novela de Gustavo Reiz narra o amor cheio de barreiras entre a escrava Juliana (Gabriela Moreyra) e o português Miguel (Pedro Carvalho). A trama inaugura a segunda faixa de horário de novelas da emissora: 19h30. A média de audiência é de 11 pontos.

‘LIBERDADE, LIBERDADE’ — GLOBO. A novela das 23h imprimiu ritmo intenso só da metade para o final. As cenas de violência, como apedrejamento, olho arrancado e castração, prenderam a atenção do público, bem como a primeira sequência de sexo entre homens, André (Caio Blat) e Capitão Tolentino (Ricardo Pereira).

‘ÊTA MUNDO BOM!’ — GLOBO. A trama protagonizada por Candinho (Sergio Guizé) e Filomena (Débora Nascimento) reuniu o texto inspirado de Walcyr Carrasco, personagens carismáticos, comédia pastelona e ingênua, além de ótima ambientação de época. O resultado foi audiência por várias vezes maior do que ‘Velho Chico’, novela das 21h. Apesar de que muitas vezes foram usados à exaustão recursos como guerra de comida e casamentos interrompidos na igreja.

Mariana Ximenes em cena de 'SuperMax'Divulgação

‘SUPERMAX’ — GLOBO. A intenção era boa. Misturar suspense, seres sobrenaturais, terror e ação. Mas o resultado deixou a desejar, ficou confuso, chato e quase ninguém falava sobre a produção. Uma pena.

‘A TERRA PROMETIDA’ — RECORD. A saga bíblica do canal tem a missão de manter o público saudoso do fenômeno ‘Os Dez Mandamentos’. Em audiência, a aventura de Moisés (Sidney Sampaio) tem médias de 14 pontos.

Nudez de Bruna Marquezine repercutiu na web em 'Nada Será Como Antes'Reprodução

‘NADA SERÁ COMO ANTES’ — GLOBO. A minissérie contava os bastidores da implementação da TV no Brasil. Porém, a maior expectativa era mesmo sobre as cenas de Bruna Marquezine (Beatriz) pelada e de beijo gay.

‘TOTALMENTE DEMAIS’ — GLOBO. A história da garota pobre, Eliza (Marina Ruy Barbosa), que ficava dividida entre o playboy Arthur (Fábio Assunção) e o humilde Jonatas (Felipe Simas), fez tanto sucesso que foi esticada em 15 dias. Além disso, a trama mostrava a transformação da vendedora de flores em modelo internacional. A novela terminou em uma segunda-feira, batendo de frente com a estreia de ‘Escrava Mãe’, da Record. E ainda ganhou continuação no Gshow. 

Totalmente Demais teve Marina Ruy Barbosa no papel de cinderela modernaDivulgação




Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia