Patrick Sampaio: dois personagens em 'Espelho da Vida'

Ator diz que hoje já é mais fácil entrar no clima do atormentado Felipe e de sua encarnação anterior, o Otávio

Por RICARDO SCHOTT

Patrick Sampaio: várias atividades ao longo da vida e da carreira
Patrick Sampaio: várias atividades ao longo da vida e da carreira -

Um desafio para o ator Patrick Sampaio. Em 'Espelho da Vida', trama das 18h da Globo que encerra em março, ele interpreta dois personagens: o atormentado Felipe Dutra, um fantasma que ronda seus inimigos nos dias atuais, e sua encarnação anterior, Otavio de Luris, que viveu nos anos 1930. Mesmo acostumadíssimo a se virar em várias atividades - já fez TV, cinema, teatro, cantou, dançou, coreografou - ele conta que, no começo, foi complicado "virar a chave" de um personagem para o outro.

"É minha primeira experiência de estar com dois papéis ao mesmo tempo, mas a gente vai mergulhando nas duas personalidades. Como se trata de uma novela espírita, pode ser que os dois se juntem no fim da trama, já que é o mesmo espírito", conta. "Aprendemos muito com a (autora) Elizabeth Jhin, que conta que de alguma forma, coisas que aconteceram no passado influenciam o que vivemos no presente. E aconteceram coisas no fim da vida do Otávio que se conectam com a personalidade do Felipe, que é vingativa, ressentida".

Hoje, diz ele, é mais fácil entrar no clima dos personagens. "O Otávio vive nos anos 1930. Temos um tempo diferente, um ritmo diferente, a velocidade é mais lenta. O trabalho corporal é mais comedido. Quando eu ponho a roupa do Otávio, também é sempre um aperto, porque é tudo mais formal", conta.

Receptividade

Patrick fica atento às reações dos fãs da novela nas redes sociais. "O Felipe e o Otávio têm estado muito presentes no Twitter. Os fãs comentam, criam teorias sobre eles. Vira quase u spin-off, porque as pessoas criam versões da história, montam situações precedentes para personagens que não tiveram sua vida inteira contada lá", afirma.

Méier

Patrick passou a infância no Méier. "Fui formado como pessoa pela Zona Norte", conta. Mas logo na adolescência mudou-se para a Zona Sul. Começou a trabalhar cedo e teve diversos empregos, de garçom a produtor de festas. "Começou aquela correria que muita gente conhece. Ficou até faltando tempo para procurar mais alguns amigos antigos, mas a gente mantém contato por mensagens", diz.

Filme e TV

O ator foi também roteirista do 'Amor e Sexo', na temporada de 2018. "É sempre bacana quando a gente consegue fazer conteúdo relevante, que produz modificações na realidade. As discussões levantadas pelo programa são mais necessárias do que nunca", explica ele, que fez também um filme chamado 'O Barulho da Noite', dirigido por Eva Pereira, em que são abordado temas como a violência contra a mulher. "Filmei no Tocantins, fiz até workshop de plantio, colheita. O filme ainda não tem data para estrear", afirma.

Comentários