Cena de 'O Sétimo Guardião' cita frase da ministra Damares Alves

Mirtes (Elizabeth Savala) criticou o delegado Machado (Milhem Cortaz) que usa roupas íntimas da mulher, Rita de Cássia (Flávia Alessandra)

Por O Dia

Mirtes e Rita de Cássia discutem em cena da novela 'O Sétimo Guardião'
Mirtes e Rita de Cássia discutem em cena da novela 'O Sétimo Guardião' -

Rio - Uma cena da novela "O Sétimo Guardião", exibida pela Globo, nesta terça-feira, fez referência a uma frase dita pela ministra Damares Alves. A personagem Mirtes, vivida por Elizabeth Savala, foi quem usou a frase "menina veste rosa, menino veste azul". 

Tudo começou quando a beata foi a casa do delegado Machado (Milhem Cortaz) mas só encontrou a mulher dele, Rita de Cássia (Flávia Alessandra). "Estou querendo falar da perversão do seu marido. Essa mania dele de usar peças íntimas femininas. Ele não tem moral para continuar sendo a autoridade da cidade porque ele é um doente", disse Mirtes. 

"Quem é doente é você. Quem lhe deu o direito pra controlar a vida dos outros?", rebateu Rita de Cássia. "O Senhor. O Senhor me deu a missão de tirar os pecados do mundo e é o que eu estou aqui fazendo. E o pecado do seu marido é gravíssimo porque a lei divina diz que os homens vestem azul e as mulheres vestem rosa", esbravejou Mirtes. "Chega. A senhora é louca, doida de pedra. Já ouvi desaforo demais", finalizou Rita de Cássia, pouco antes de sair no tapa com a beata. 

Vale lembrar que a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do governo Jair Bolsonaro afirmou em vídeo gravado após sua posse que estava sendo inaugurada uma "nova era" em que "menino veste azul e menina veste rosa".  

Comentários