Faustão critica Bolsonaro ao vivo no 'Domingão'

Essa não é a primeira vez que o apresentador cita o presidente

Por Meia Hora

Faustão
Faustão -
Rio - Faustão fez críticas a Jair Bolsonaro ao vivo durante o seu programa, neste domingo, na TV Globo. O apresentador decidiu expor sua opinião sobre o cenário político atual ao citar uma música do Lulu Santos, que participava da atração dominical.
"A canção Assim Caminha a Humanidade você fez em 1994. E agora, neste 2019? Para onde vai a gloriosa humanidade, com Trump nos Estados Unidos, com o Brexit, de direita. Putin, Bolsonaro… Pra onde vai a humanidade? Cada lugar tem o seu", disparou Faustão.
Em seguida, o apresentador ainda mencionou a série de manifestações que aconteceu no decorrer deste domingo a favor do governo Bolsonaro. "Hoje a galera fez manifestações a favor da Previdência e do pacote anti-crime do ministro Sergio Moro. Sociedade sabe o que quer, hein?", disse o apresentador global.

Lulu também fez questão de opinar sobre o assunto. No entanto, o cantor se mostrou mais otimista: "Tenho essa teoria que, por mais que às vezes as coisas pareçam estar andando para trás, ficando conservadoras e opressivas, se você olhar historicamente, a parte da humanidade que quer ir para frente acaba sempre vencendo".
Não é a primeira vez
Faustão causou polêmica durante o primeiro "Domingão" do ano, que foi gravado em novembro, ao comentar sobre política com os convidados da tradicional "Pizza do Faustão". Sem citar nomes, o apresentador soltou uma indireta ao governo brasileiro e os internautas acreditam ser uma crítica ao presidente.

"Na hora do Carnaval e da seleção, o brasileiro (e nós sabemos muito bem) é um povo que tem união, tem solidariedade, tem uma integração. Por que isso não acontece nas coisas sérias? Lutar por educação, saúde pública, contra a corrupção, contra a incompetência. O imbecil que está lá e não deveria estar pode até ser honesto, mas é um idiota que está ferrando com todo mundo", criticou.
Após a repercussão, o apresentador enviou um vídeo ao colunista Flávio Ricco, explicando toda a situação.

"Em nenhum momento eu falei a respeito do atual presidente, ou dos eleitores. Como estamos com a expectativa de novos ares, o que a gente espera é que todo mundo reze para que os novos políticos tenham consciência para os verdadeiros problemas do Brasil", declarou Faustão.