Susana Vieira critica série da Rede Globo em que atuou: 'Foi um seriado de esquerda'

Atriz veterana da Globo criticou 'Os Dias Eram Assim', trama que foi exibida em 2017

Por iG

Susana Vieira
Susana Vieira -
São Paulo - Parece que “Os Dias Eram Assim”, série da Globo exibida em 2017, ainda está rendendo assunto. E ninguém mais ninguém menos que Susana Vieira falou sobre o assunto. A atriz criticou sua personagem, Cora.
“Foi um seriado de esquerda. Como eu era a favor do golpe militar, passei a ser vilã. Eu acho isso um erro. Ela não tinha a menor ideologia, ela não fazia nada por ideologia, não era de direita. Era uma mulher compulsiva na bebida, perdidona, com aquele filho muito amado. Por ela, aquele filho não saída de casa nunca”, declarou Susana Vieira em entrevista ao programa “As Vilãs Que Amamos”, do Canal Viva.

“Os Dias Eram Assim”, de Ângela Chaves e Alessandra Poggi, se passava durante a ditadura militar, entre 1964 e 1985. Na trama, Cora era uma mulher possessiva e cruel, que apoiou o golpe. Além da personagem, a atriz também comentou sobre a icônica Branca Letícia de Barros Motta, de “Por Amor”, exibida no “Vale a Pena Ver De Novo”.

“Era uma mulher mandona, tratava a empregada com pouco caso, não tinha grandes coisas. Mas o texto dele [Manoel Carlos, autor da novela] é que me deu a vilã. O Manoel Carlos se bota um pouco em mim quando ele me oferece os papéis. Tudo o que ele quer falar sobre a sociedade, cinismo, maldades, invejas… Quando entro na novela dele, ele bota na minha boca. Não transgrido uma fala do Manoel Carlos, a fala dele é perfeita”, elogiou Susana Vieira.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários