Comentarista da CNN é acusado de 'manterrupting' ao vivo

Termo define a prática de interromper várias vezes uma mulher, invalidando seus argumentos

Por O Dia

Gabriela Prioli foi interrompida várias vezes por Tomé Abduch (canto direito)
Gabriela Prioli foi interrompida várias vezes por Tomé Abduch (canto direito) -
Rio - Os comentaristas Gabriela Prioli e Tomé Abduch, da CNN Brasil, protagonizaram uma discussão ao vivo durante o programa "Grande Debate" desta terça-feira. Com isso, Tomé acabou sendo acusado na internet de "manterrupting", que é a prática de interromper várias vezes uma mulher, invalidando seus argumentos e fazendo com que ela perca fôlego no debate. 
No programa, Gabriela e Tomé debatiam a decisão de Jair Bolsonaro de suspender o trecho da medida provisória que previa a suspensão dos contratos trabalhistas por até quatro meses por conta da crise provocada pelo coronavírus. 
Tomé Abduch interrompeu Gabriela Prioli várias vezes e acabou sendo acusado de "manterrupting" no Twitter. Ainda assim, Gabriela respondeu todos os questionamentos levantados por Tomé e deixou clara as interrupções e a falta de respeito do comentarista.
 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O DiaFaça uma contribuição

Comentários