William Bonner fala sobre descaso com mortes por coronavírus: 'Oito mil vidas acabaram'

Âncora do 'Jornal Nacional' criticou o fato de as pessoas estarem se acostumando com o elevado número de mortes pela doença

Por O Dia

William Bonner
William Bonner -
Rio - William Bonner deu uma verdadeira bronca nos telespectadores do "Jornal Nacional" e ressaltou a importância de respeitar o isolamento social. Logo na abertura do noticiário, na noite desta quarta-feira, Renata Vasconcellos anunciou que já são mais de oito mil mortes provocadas pelo covid-19.
"Você já nem deve lembrar, mas na quinta passada eram 5.901 mortos. Os números vão aumentando desse jeito, cada vez mais rápido, vão dando saltos. E vai todo mundo se acostumando, porque são números. Um número muito grande de mortes de repente, num desastre, sempre assusta. As pessoas levam um baque. Mas, quando as mortes vão se acumulando, ao longo de dias e semanas, como acontece agora na pandemia, esse baque se dilui e as pessoas vão perdendo a noção do que seja isso", disse Bonner, que relembrou a tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais, em 2019, e os atentados de 11 de setembro, em 2001, nos Estados Unidos.
O apresentador explicou que as pessoas se chocam mais com essas mortes porque elas aconteceram todas de uma só vez e com o coronavírus, as mortes estão acontecendo aos poucos mas os números também são alarmantes.

Galeria de Fotos

William Bonner e Renata Vasconcellos são convocados para trabalhar aos sábados Reprodução
William Bonner Reprodução / TV Globo
William Bonner Reprodução / TV Globo
William Bonner e Patrícia Poeta na bancada do ‘Jornal Nacional’ Reprodução/Globo/João Cotta
Renata Lo Prete, William Bonner e Tadeu Schmidt Reprodução da internet
Fátima e William Bonner Reprodução
Cid Moreira, Sérgio Chapelin, William Bonner e Renata Vasconcellos, homenagens no Jornal Nacional, em 2015 Renato Velasco
Márcio Bomfim, Cristina Ranzolin e William Bonner divulgação
William Bonner se diverte com app que simula envelhecimento Reprodução Internet
William Bonner compartilhou fotos antigas Reprodução Instagram
William Bonner Reprodução TV
William Bonner confirmou a morte da mãe, Maria Luiza Bonemer, na manhã desta terça-feira Reprodução
William Bonner posa com Maju e a parabeniza pela estreia no 'Jornal Nacional' Reprodução Internet
William Bonner Reprodução
William Bonner presta continência ao vivo no 'Jornal Nacional' Reprodução de TV
Expressão de William Bonner chamou atenção dos telespectadores Reprodução
"Oito mil vidas acabaram. Eram vidas de pessoas, amadas por outras pessoas. Pais, irmãos, filhos, amigos, conhecidos. Aí o luto dessas tantas famílias vai ficando só pra elas, porque as outras pessoas já não têm nem como refletir obre a gravidade dessas mortes todas, que vão se acumulando todo dia". 
"Hoje são oito mil e quinhentas. Amanhã, a gente não sabe. Quando é assim, o baque só acontece quando quem morre é um parente, um amigo, um vizinho ou uma pessoa famosa", finalizou o jornalista. 
De acordo com os dados mais recentes do Ministério da Saúde, já são 125.218 casos do novo coronavírus no Brasil. Desde o início da pandemia, 8.536 pessoas morreram vítimas do doença no país.

Comentários