Bruno Gadiol, de "Malhação", fala sobre medo de perder trabalhos após se assumir gay

Ator namora o estudante Murilo Pinto e recentemente lançou uma música chamada 'Relacionamento Aberto'

Por iG

Ator revelou que pretende escrever um livro no futuro sobre o processo de aceitar sua sexualidade
Ator revelou que pretende escrever um livro no futuro sobre o processo de aceitar sua sexualidade -
Rio - O ator Bruno Gadiol está no ar atualmente com o personagem Guto em "Malhação - Viva a Diferença", que está sendo reprisada na Globo. O artista vive o par romântico da protagonista Benê, interpretada por Daphne Bozaski, e se assumiu gay logo ao fim da temporada.
Ele conta que teve medo de perder trabalhos na televisão por conta disso. Recentemente, Igor Cosso, que também é ator da Globo, revelou o mesmo receio ao se assumir.
"Naquela época, isso aconteceu após muita autorreflexão. Também tive conversas com meus amigos, com minha família. Eles até podiam ficar temerosos, achar que não era o melhor para mim principalmente no quesito profissional, já que eu estava saindo do meu primeiro trabalho na televisão, mas eu tinha a consciência de que o mais importante era eu estar em paz", Bruno disse em entrevista à colunista Patrícia Kogut.
O ator contou que já tinha passado uma grande parte da via com um "aperto no peito", por conta da sexualidade. Ele disse que sempre se entendeu como gay e não queria viver isso em segredo.
"Optei por não ser infiel a mim. Claro que eu tive a preocupação que alguns atores e galãs têm de não conseguir trabalho. Compreendo o fato de muitos da TV não se assumirem até hoje. Mas eu não queria passar por isso. E foi a melhor coisa que fiz. Essa decisão me aproximou do meu público e me fez reduzir os problemas a zero", relata.
Bruno namora o estudante Murilo Pinto e recentemente lançou uma música chamada "Relacionamento Aberto", sobre uma experiência amorosa que teve no passado com um rapaz comprometido. Atualmente, ele vive uma relação monogâmica e diz não se identificar com o poliamor.
"Meu namorado e eu até conversamos sobre isso recentemente. Nós somos bem românticos e concebemos essa ideia do romantismo só entre duas pessoas. Até acredito que amor e sexo são coisas diferentes, tenho o pensamento livre, mas não me sinto preparado para aplicar. Creio que quem topa é evoluído na questão do apego e do ciúme, o que ainda não é o meu caso", ele reflete.
Bruno se prepara para estrear em novembro a série "As Five", uma continuação da temporada de Malhação que foi ganhadora do Emmy. Ele também se dedica à música e conta que pretende escrever um livro no futuro sobre o processo de aceitar sua sexualidade.

Comentários