Rodrigo Constantino é demitido da Jovem Pan e da Record - Reprodução
Rodrigo Constantino é demitido da Jovem Pan e da RecordReprodução
Por O Dia
Publicado 05/11/2020 13:10 | Atualizado 06/11/2020 17:51
Rio - Depois de ser afastado da Jovem Pan, Rodrigo Constantino foi desligado do quadro de colaboradores da Record. A informação é do colunista Maurício Stycer, do "Uol". Rodrigo Constantino escrevia para o site "R7" e fazia comentários na Record News.
Publicidade
A demissão de Constantino teve como origem as declarações que ele fez sobre o caso de Mariana Ferrer, jovem que foi vítima de estupro em uma casa noturna em Jurerê Internacional, em Santa Catarina. O comentarista afirmou que se sua filha fosse vítima de estupro em condições semelhantes, ele não prestaria queixa e ainda a deixaria de castigo. 
Constantino comentou a decisão da Record no Twitter. "A Record foi mais um veículo que não aguentou a pressão. O departamento comercial pede 'arrego', pois recebe pressão de fora, dos chacais e hienas organizados, dos 'gigantes adormecidos'. Sim, perdi mais um espaço, mas sigo com minha total independência e com minha integridade", disse.
Publicidade
Na quarta-feira, Rodrigo já havia sido afastado da Jovem Pan. Em nota, a empresa disse acreditar que "a vítima não deve ser responsabilizada pelos atos de seu agressor" e comunicou a demissão de Constantino. "Diante do ocorrido nesta quarta-feira em uma live independente promovida fora de nossas plataformas por um de nossos comentaristas, o Grupo Jovem Pan esclarece que desaprova veementemente todo o conteúdo publicado nos canais pessoais e apresentado nessa live. Reafirmamos que as opiniões de nossos comentaristas são independentes e necessariamente não representam a opinião do Grupo Jovem Pan". 
"Reafirmamos que as opiniões de nossos comentaristas são independentes e necessariamente não representam a opinião do Grupo Jovem Pan. No caso de Mariana Ferrer, defendemos que a vítima não deve ser responsabilizada pelos atos de seu agressor, apesar do respeito que todos nós devemos ter às decisões judiciais. Em consequência do episódio, na tarde desta quarta-feira (4/11) Rodrigo Constantino foi desligado de nosso quadro de comentaristas", finalizou a emissora de rádio.
Publicidade
Filha defende Rodrigo Constantino
Em um vídeo que circula nas redes sociais, Laura Constantino defendeu o pai e disse que ele "tem caráter e é contra o estupro". "Eu conheço meu pai e sei que ele é uma pessoa que tem caráter e é contra o estupro como qualquer pessoa que tem caráter é. Eu ter que ler uma coisa dessas mexe muito comigo porque eu tenho certeza que se, Deus me livre, acontecer uma coisa dessas comigo o meu pai ia ficar do meu lado. Ele ia ser a primeira pessoa que ia ficar do meu lado", disse.
Publicidade