André Trigueiro na bancada do 'Jornal Nacional'Globo

São Paulo - O jornalista André Trigueiro, de 55 anos, criticou a maneira como Jair Bolsonaro tem realizado políticas ecológicas na noite deste sábado, no "Altas Horas". Em conversa com Serginho Groisman, o apresentador substituto do "Jornal Nacional" declarou que o chefe de estado está promovendo um "desmonte na ecologia brasileira".
"Os problemas ambientais do Brasil vêm de longe, mas eu sou obrigado a dizer que nos dois anos e oito meses, com o atual governo federal, nós vimos uma sistemática depredação de todas as leis, regras, decretos que procuravam de alguma maneira ordenar as rotinas pra gente não ver o que tá vendo. Nós tivemos fiscalização amarrada, deixamos de aplicar multas ambientais, o desmatamento voltou a ter 10 mil km² de área por ano, isso não acontecia há uma década. As queimadas fora de controle. Nós estamos vendo o que eu acho que a palavra correta é 'desmonte'", discursou o jornalista.
"Isso tem método, isso tem planejamento, não é acidental, não é obra do acaso. É a primeira vez na história do Brasil, na minha opinião, que a gente testemunha um governo antiambiental. E isso é lamentável, porque pra gente corrigir o rumo e consertar os estragos que testemunhamos hoje, vai levar um certo tempo. Eu acho que nós não temos a vocação do ecocídio. O Brasil tem todas as condições, os recursos humanos e materiais, para ser protagonista do mundo, o grande líder do combate ao aquecimento global, da proteção das matas, e da formação de pessoas que inspirem o planeta para fazer a diferença", completou Trigueiro.
A edição do "Altas Horas" também contou com a participação da ginasta Rebeca Andrade, do ator Marcos Veras, do apresentador Felipe Andreoli e do cantor Zeca Baleiro.