William Bonner no 'Jornal Nacional'Reprodução/Globo

São Paulo - William Bonner ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter, na noite desta terça-feira, após tecer críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante o último "Jornal Nacional". Durante a faixa editorial do noticiário, o jornalista declarou que os atos de 7 de setembro tiveram "tom golpista" e que as atitudes do governo foram "uma demonstração de desprezo pela Constituição".
Antes mesmo do início do "Jornal Nacional", ainda na escalada, Bonner já dava uma prévia do editorial. "O desrespeito à democracia com as cores da nossa bandeira. Em tom golpista, o presidente discursa diante dos manifestantes em Brasília e em São Paulo", iniciou o jornalista.
Após a abertura, após noticiar diversas pautas, o apresentador voltou a tocar no assunto. "O Brasil assistiu hoje a uma demonstração de desprezo pela Constituição, promovida e insuflada pelo presidente da República. Em diversas cidades, milhares de bolsonaristas participaram de atos com pautas que afrontam a democracia, como a intervenção militar e a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal", narrou Bonner.
"Em Brasília e em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro discursou. Voltou a atacar governadores e prefeitos que tomaram medidas de combate à disseminação do coronavírus. Voltou a atacar integrantes do STF. Voltou a atacar o sistema eleitoral brasileiro. E no dia da independência, Bolsonaro elevou a temperatura da crise institucional que ele mesmo criou e tem alimentado", completou o âncora, em tom editorial.