ANP lança sistema para consumidor comparar preço dos combustíveis

Batizado de Infopreço, o novo sistema foi disponibilizado aos postos para cadastramento desde 20 de junho e a partir desta quarta serão atualizados diariamente

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Até o momento, apenas 177 postos se cadastraram para informar seus preços
Até o momento, apenas 177 postos se cadastraram para informar seus preços -

São Paulo - A gasolina no norte do Estado do Rio de Janeiro já ultrapassou os R$ 5 o litro, mas em Rondônia não chegou a R$ 4, revela um novo serviço lançado nesta quarta-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para que os postos de abastecimento informem voluntariamente o preço que estão cobrando pelos combustíveis - gasolina, etanol, diesel S-10, diesel S-500 e gás natural veicular (GNV).

Até o momento, 177 postos se cadastraram para informar seus preços. Mato Grosso do Sul e Rondônia são os que estão com mais postos disponíveis para consulta.

O objetivo, informa a ANP, é dar ao consumidor mais uma opção de consulta além do levantamento de preços feito pela agência. Batizado de Infopreço, o novo sistema foi disponibilizado aos postos para cadastramento desde 20 de junho e a partir desta quarta serão atualizados diariamente. O levantamento de preços da ANP continuará a ser realizado, mas não pode ser comparado ao Infopreço porque faz apenas o acompanhamento semanal, e não diário.

A ANP elaborou um conjunto de filtros pelos quais é possível pesquisar por produto, CNPJ, nome e endereço do posto revendedor A agência ressalta, no entanto, que os dados publicados são de responsabilidade do revendedor.

Últimas de Economia