PIS cai na conta nesta terça, mas Pasep só vem em janeiro

Pelo menos 12 mil servidores, de final 5, vão receber o benefício somente em 2019

Por *EDDA RIBEIRO

Quem não se recadastrar depois de um ano da última comprovação terá o pagamento interrompido
Quem não se recadastrar depois de um ano da última comprovação terá o pagamento interrompido -

Rio - Os trabalhadores nascidos em dezembro, que são correntistas da Caixa Econômica, vão receber um dinheiro a mais a partir de hoje, referente ao benefício do PIS, pago à iniciativa privada. No total, mais de 153 mil pessoas vão receber o auxílio este mês. Porém, desta vez, o abono salarial não vai chegar em dezembro para os servidores públicos no mesmo mês, através do Pasep, pelo Banco do Brasil. Serão 12 mil servidores públicos, com final de inscrição 5, que ficarão na espera até janeiro para receber o dinheiro.

 Para quem não possui conta corrente na Caixa, o valor pode ser retirado em qualquer agência da instituição, apresentando o documento de identificação, a partir de quinta-feira, dia 13.

Somente no Estado do Rio de janeiro 153.932 trabalhadores nascidos no mês de dezembro, tem direito a receber o abono PIS, totalizando mais de R$ 113 milhões. Já o valor do Pasep para o total de beneficiários com final de inscrição 5 chega a R$ 10 milhões. Os 12 mil trabalhadores deste lote terão o valor em conta em 14 de janeiro.

Segundo a assessoria do Banco Brasil, a determinação para o pagamento do Pasep dos servidores atende ao cronograma estabelecido por meio da Resolução nº 813, de 26 de junho de 2018, do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), e que não acontece, necessariamente, conforme o pagamento do PIS.

CANAIS PARA CONSULTA

O valor do PIS pode variar de R$ 80 (para quem trabalhou até 44 dias) a R$ 954 (para quem trabalhou entre 345 e 365 dias). A consulta sobre o valor pode ser feita no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site www.caixa.gov.br/PIS ou pelo Atendimento ao Cidadão: 0800 726 0207.

Ainda segundo a resolução do Codefat, a data limite para saque do benefício referente a 2017 é 28 de junho de 2019.

Tem direito ao abono quem estava inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias com remuneração mensal média de até dois salários mínimos, e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). 

Saque até 28 de dezembro

Quem não fez o saque do benefício PIS/Pasep referente a 2016, deve ficar atento para não perder a nova data limite. Até 28 de dezembro, trabalhadores da iniciativa privada devem procurar a Caixa.

A consulta dos valores pode ser feita pessoalmente, pelo site da Caixa ou no telefone 0800-726 02 07. Para os servidores públicos, a referência é o Banco do Brasil, que também fornece informações pelo www.bb.com.br/pasep e pelo 0800-729 00 01.

Aproximadamente 1,6 milhão de trabalhadores ainda não sacaram o benefício. O montante é de cerca de R$ 880 milhões. Após essa data, caso não faça o saque, o trabalhador perde o direito e o recurso volta para o Fundo de Amparo ao Trabalhador.

Este é o terceiro ano consecutivo em que ocorre prorrogação da data. O estabelecimento de novo prazo atende a pedido de representantes de trabalhadores no Codefat.

 

*Estagiária sob supervisão de Martha Imenes

Comentários

Últimas de Economia