Mutirão para negociar com bancos dará desconto de até 90%

Descontos na Semana da Negociação e Orientação Financeira podem chegar a 90% em algumas instituições financeiras

Por Larissa Esposito*

Feirões devem ajudar o brasileiro a renegociar suas dívidas
Feirões devem ajudar o brasileiro a renegociar suas dívidas -

Rio - Quem está enrolado com as dívidas bancárias vai ter mais uma grande chance para renegociar os débitos em aberto, com oportunidades de até 90% de desconto. O próximo mutirão, chamado de Semana da Negociação e Orientação Financeira, acontecerá entre os dias 2 e 6 de dezembro com participação de seis instituições: Banco do Brasil, Banrisul, Caixa, Itaú, Bradesco e Santander. O acordo para o mutirão foi assinado e divulgado ontem entre o Banco Central e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). 

Os descontos de até 90% serão válidos tanto para o Santander quanto para a Caixa. Os bancos informaram que vão oferecer condições especiais para as renegociações, conforme as características do contrato e o tipo de operação.

O diretor de Autorregulação e Relações com Clientes da Febraban, Amaury Oliva, destacou que não há padronização de descontos ou condições de parcelamento e que os bancos ficarão livres para as renegociações de acordo com seus termos. Ele ponderou, no entanto, esperar "descontos especiais" na semana.

Atendimento até às 20h

Serão 261 agências no país, sendo 57 do Banco do Brasil, que ficarão abertas até as 20h para o atendimento. A lista completa será divulgada em www.paporetocomfebraban.com.br na próxima segunda-feira. As propostas deverão ser feitas nas unidades físicas dos bancos.

Além das agências, os clientes também poderão recorrer aos canais digitais de cada instituição e à plataforma do consumidor.gov.br.

 

Condições especiais

Nas agências do Santander, as condições especiais serão válidas para as modalidades crédito pessoal, consignado, capital de giro, conta garantida, Santander Master, descontos de recebíveis e cartão de crédito nos canais de relacionamento do banco.

Nas unidades da Caixa, os clientes poderão unificar os contratos em atraso e parcelar em até 96 meses, fazer uma pausa no pagamento de até uma prestação vencida e efetuar a repactuação da dívida.

Procurados pelo O DIA, os outros bancos que participarão da semana não informaram como serão as condições especiais aos clientes.

Comentários