Após dez anos, Upa de Três Rios passa por reforma

Unidade de Pronto Atendimento atende moradores de outros cinco municípios vizinhos. Obras serão entregues em 2020

Por O Dia

Unidade já começou a ser reformada. Previsão de entrega é para o primeiro semestre do ano que vem
Unidade já começou a ser reformada. Previsão de entrega é para o primeiro semestre do ano que vem -
Uma década. Este foi o tempo que a população de Três Rios esperou para ver a reforma da Unidade de Pronto Atendimento (Upa) do município.
Apesar das obras, iniciadas em novembro, a unidade continua prestando atendimento por meio de uma tenda móvel, instalada no estacionamento da própria Upa.

Além de melhorias no piso, uma nova pintura e a troca de móveis e equipamentos estão previstas. A expectativa é de que o trabalho seja concluído no primeiro semestre de 2020.

Segundo a Secretaria de Saúde, a Upa recebe cerca de 12 mil pacientes mensalmente e é um dos principais polos de emergência na região. A unidade também é procurada por moradores de Paraíba do Sul, Areal, Comendador Levy Gasparian, Sapucaia, Chiador e Santana do Deserto, sendo os dois últimos municípios de Minas Gerais.
OBRAS TRAZEM MELHORIAS

Após as obras, a Upa funcionará em horário integral (24 horas por dia) com atendimento de urgência e emergência, baixa e média complexidade nas áreas de clínica médica, pediatria, odontologia, com
raio-x, eletrocardiografia e exames laboratoriais.
“Montamos o hospital de campanha, em parceria com o Governo Estado. Com o decorrer da obra, faremos mudanças internas para minimizar os impactos e problemas no fluxo de atendimento. Pedimos a compreensão da população, pois temos um grande volume de atendimentos que não podem parar”, disse o prefeito Josimar Salles.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários