Cotas do PIS estão disponíveis para 1,37 milhão de trabalhadores no Rio

Beneficiários no estado vão receber R$ 2,7 bilhões. Confira quem tem direito e o que fazer para sacar

Por Larissa Esposito*

O abono do PIS será pago com aumento do salário mínimo este mês
O abono do PIS será pago com aumento do salário mínimo este mês -

Nada melhor que ganhar uma grana a mais nesse fim de ano. Por isso, é sempre bom estar atento a benefícios que muita gente não sabe que tem direito a receber. É o caso de mais de 1,37 milhão de trabalhadores de todas as idades no Estado do Rio, que ainda não sacaram o saldo das cotas do programa do PIS. O total que está disponível na Caixa Econômica Federal para esse contingente é de R$ 2,7 bilhões. Podem sacar a cota quem possuía carteira assinada exclusivamente entre 1971 e 4 de outubro de 1988.

Quem quiser verificar se tem direito às cotas do benefício, basta acessar o site www.caixa.gov.br/cotaspis. É possível consultar os valores disponíveis para saque, locais para o saque e a documentação necessária. Também dá para fazer a pesquisa por meio do aplicativo Caixa Trabalhador ou nas agências físicas do banco.

Depois de confirmar se ainda pode sacar o dinheiro, o beneficiário deve checar o saldo livre para a retirada. Para valores de até R$ 3 mil, o trabalhador tem como usar o Cartão do Cidadão e a Senha Cidadão nos terminais de Autoatendimento para a retirada. Nas lotéricas e correspondentes Caixa Aqui, basta levar algum documento de identificação com foto.

Já para saque acima de R$3 mil e de cotistas que não possuem Cartão do Cidadão e Senha, a operação deve ser feita exclusivamente nas agências, mediante apresentação de identidade.

Quem for cliente da Caixa, com conta corrente ou poupança individual e com movimentação, poderá receber o crédito em conta automaticamente.

Não há prazo final para a retirada do dinheiro, conforme previsto na Medida Provisória 889/2019. Além disso, a MP facilita o saque com declaração, na hipótese de morte do titular da conta individual do PIS. Neste caso, o saldo poderá ser disponibilizado para os seus herdeiros ou sucessores.

O beneficiário legal, na condição de herdeiro, precisa comparecer a qualquer agência levando, além da identidade, um comprovante de sua condição de sucessor para fazer a transação.

COTA não é abono salarial

É preciso distinguir dois benefícios. Diferentemente da cota, o abono salarial é referente aos meses trabalhados no ano-base, com saque de até um salário mínimo (hoje R$ 998). Nesse caso, quem pode retirar o recurso deve estar cadastrado há pelo menos cinco anos no PIS.

Recomendações para não cair em golpes

Os golpes mais comuns referentes ao saque das cotas do PIS são aplicados por meio de mensagens recebidas por e-mail, SMS ou aplicativos, que informam um valor a ser retirado. No entanto, o banco informa que não envia links e não solicita confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou Whatsapp.

Com isso, a forma mais segura de consultar os valores das cotas é comparecendo diretamente a alguma agência da Caixa ou aos canais oficiais correspondentes, como o site, aplicativo ou telefone.

"Mas, nessa última opção, o trabalhador deve ter em mente que jamais deve fornecer dados individuais para confirmação do benefício", alerta Flavio Messias, advogado especialista em direito trabalhista. "Se suspeitar, é melhor tratar do assunto pessoalmente em alguma unidade do banco."

Caso tenha caído em algum golpe, para reaver o dano, o primeiro passo é procurar uma assessoria jurídica. "A partir desse contato, o consumidor saberá qual ação é cabível", finaliza o advogado.

Complemento do FGTS será pago hoje

Os trabalhadores com direito a receber o valor complementar do saque imediato do FGTS (R$498) poderão resgatar os recursos a partir de hoje na Caixa Econômica. Mais de 10 milhões de brasileiros podem sacar a diferença.

Quem tinha até um salário mínimo (R$998) na conta vinculada do fundo em 24 de julho deste ano.

Já para saldo acima de R$ 998, a retirada é de até R$ 500 por conta de FGTS. Aqueles que tiveram este valor creditado na conta do fundo não terão complemento a receber.

No caso dos beneficiários nascidos entre janeiro e outubro que tiveram os R$500 debitado de sua conta FGTS, eles terão direito a retirar o valor complementar pelo mesmo canal de atendimento utilizado anteriormente.

Já no caso dos trabalhadores que optaram pelo crédito em conta, o fundo será depositado automaticamente hoje, na mesma conta em que foi creditada a quantia anterior.

A fim de facilitar os atendimentos, serão 77 agências no Rio com horário especial de mais duas horas de funcionamento. A lista das unidades participantes está no site www.fgts.caixa.gov.br.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários