Natal deverá injetar R$2,7 bi na economia

Por

Expectativa é de crescimento neste ano
Expectativa é de crescimento neste ano -

As compras de Natal deste ano devem ter um impacto positivo de R$ 2,7 bilhões na economia do Rio de Janeiro, prevê o Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec-RJ). Com a expectativa de crescimento em 2019 depois de quatro anos de recuos, o Natal deste ano deve ser o melhor desde 2014, acredita o economista Rafael Zanderer, que atuou na elaboração da pesquisa da Fecomércio-RJ.

Zanderer afirma que medidas como a liberação de saques do FGTS e o 13º do Bolsa Família criaram motores que se somam ao cenário mais favorável na economia fluminense. O cenário deve levar os empresários do setor a abrirem 25 mil vagas de trabalho temporário, número que, caso se confirme, representará a melhor contratação dos últimos dez anos.

Um em cada quatro desses empregos deve ser ofertado no mês de dezembro, e o economista avalia que, neste ano, as chances de ser efetivado pelas empresas está maior que nos anos anteriores. "A perspectiva é bastante positiva", aposta.

GASTO MÉDIO

Em média, os entrevistados pela pesquisa pretendem gastar R$ 353,96 com presentes, e sete em cada 10 planeja comprar mais de um presente. Roupas (56,4%), lembrancinhas (47,2%) e brinquedos (43,6%) devem ser as compras mais frequentes, e 36% dos entrevistados querem gastar mais em 2019 que no Natal passado, enquanto 14,2% devem reduzir os gastos.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários