Reajuste do piso nacional ficou abaixo da inflação

Por

O salário mínimo de R$ 1.039, fixado pelo governo Bolsonaro, ficou abaixo da inflação do ano passado. O reajuste estabelecido foi de 4,1%, assim o ajuste ficou abaixo do INPC de 2019, de 4,48%, divulgado pelo IBGE.

O INPC serve de base para corrigir o mínimo e é diferente do IPCA, a inflação oficial. Com isso, se levada em conta a variação do INPC, o piso deveria ter chegado a R$ 1.042,71 em 2020.

Para definir o valor de R$ 1.039, o governo usou a previsão do mercado financeiro para o INPC em dezembro, que estava em 0,62%. Com esse INPC, o valor de todo o ano de 2019 somaria 3,84%.

Integrante da equipe econômica, segundo a Agência Estadão Conteúdo, lembrou que é possível compensar a inflação no ano seguinte, o que é feito tradicionalmente. Ao definir o mínimo de 2019, por exemplo, foi adicionado R$ 1,75 por conta do INPC de 2017 que ficou acima do que foi considerado para o salário de 2018.

Já para a definição do mínimo de 2020, foi levado em conta o valor de R$999,91 (acima dos R$ 998) porque a inflação de dezembro de 2018 veio mais alta do que a estimativa levada em conta. Se a correção de 4,48%fosse aplicada em R$999,91, o mínimo deveria ter subido a R$ 1.044,70.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários