Bolsonaro diz que não vai abrir concursos públicos "desnecessários"

Equipe econômica adiou processos seletivos até a reforma administrativa

Por Maria Clara Matturo*

Bolsonaro agradeceu apoio
Bolsonaro agradeceu apoio -

O presidente Jair Bolsonaro esteve em reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta segunda-feira, e voltou a falar sobre a Reforma Administrativa e os concursos públicos. Bolsonaro disse que o quadro público está "inchado" e que o governo não pode ser "irresponsável" ao abrir novos concursos públicos que não sejam necessários. O presidente também disse que os atuais servidores não serão afetados pelas mudanças.

A equipe econômica decidiu adiar os processos seletivos até que a reforma administrativa seja aprovada. "Não é travar. É um peso muito grande o serviço público no Brasil. Vocês devem lembrar da promulgação da Constituinte, a quantidade de trens da alegria, isso inchou os quadros. Se não fizer algo, atuais servidores vão ficar sem receber lá na frente. Então não é travar. Concursos públicos, só os essenciais, essa que é a ideia", afirmou o presidente.

Bolsonaro disse que a proposta está "madura" e a previsão é de que ela seja enviada ao Congresso ainda hoje. Ele afirmou que uma das frentes da medida é a extinção de alguns cargos: "Algumas profissões não cabem mais. Hoje em dia, acabou datilógrafo. E repito, atuais servidores não vão perder nada", concluiu.

TCE-RJ abre 40 vagas

O Tribunal de Contas do Rio de Janeiro abriu 40 vagas para o cargo de Analista de Controle Externo,para as áreas de: Ciência Contábeis, Controle Externo, Direito e Tecnologia da Informação, com apresentação obrigatória de diploma na área desejada e salário inicial de R$ 13.708,81.

A seleção contém provas discursivas e objetivas que devem ser aplicadas nos dias 25 e 26 de abril, as inscrições devem ser feitas pelo site www.cebraspe.org.br até o dia 26 de fevereiro, com taxa de R$124.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários