Cresce o número de famílias endividadas no Brasil

Cartão de crédito aparece em 78,6% dos casos como inadimplência principal. Feirões podem ser uma boa oportunidade na hora de negociar

Por Maria Clara Matturo*

Codecon atende a população nesta terça-feira
Codecon atende a população nesta terça-feira -
Uma pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mostrou que o número de famílias endividadas no Brasil aumentou em relação a 2019. Em fevereiro do ano passado 61,5% das famílias tinham inadimplências, enquanto em fevereiro deste ano, 65,1% apresentaram esta condição. O levantamento considerou fatores, como: cheques pré-datados, carnês de loja, empréstimos e financiamento de carros.

No entanto, o cartão de crédito apareceu em disparada, citado por 78,6% das famílias como a principal dívida. O economista Gilberto Braga explicou a O DIA que muitas pessoas acabam recorrendo ao cartão de crédito “em função das dificuldades de emprego do país. Então geralmente o uso do cartão não é planejado, se não tem dinheiro na conta passa o crédito, é muito fácil se endividar”.

Na hora de negociar

Com a queda recente da taxa básica de juros e a interferência que o Governo tem feito nas políticas dos cartões de crédito, o momento é favorável para negociação dos débitos: “existe uma perspectiva de diminuição no valor das dívidas, pessoas inadimplentes deveriam buscar os administradores, porque é bastante provável que consigam um desconto”, afirmou o especialista. Porém, é preciso tomar cuidado, a negociação deve ser compatível com a renda da família para evitar despesas ainda maiores. Segundo Gilberto, “os feirões de renegociação são ótimas oportunidades para conseguir descontos, porque a empresa já tem uma pré-disposição para fazer um acordo”.

Oportunidades

Entre hoje e sábado o ônibus da Comissão de Defesa do Consumidor (Codecon) da Alerj vai atender reclamações, esclarecer dúvidas e dar orientações jurídicas. A ação vai acontecer na Av. Geremário Dantas 404, no Tanque, Zona Oeste do Rio. Interessados devem comparecer entre 9h e 17h durante a semana e 9h e 15h no sábado.

Na próxima quinta-feira, a Comissão de Defesa do Consumidor da CMRJ vai receber pessoas que estão com problemas junto a Light. Os consumidores poderão negociar seus débitos, registrar queixas e tirar dúvidas sobre seus direitos em um mutirão na Cinelândia das 10h às 17h, em frente a Câmara Municipal.
*Estagiária sob supervisão de Max Leone

Comentários