Ex-Fluminense e Flamengo, Roni é solto após ser preso em jogo do Botafogo

Haveria indícios de fraude em ao menos quatro jogos que tiveram os mandos de campo adquiridos pela empresa do ex-atacante

Por O Dia

Roni foi preso
Roni foi preso -
Brasília - O ex-jogador do Flamengo e do Fluminense Roni, de 42 anos, foi solto na noite do último domingo pela Justiça, um dia após ser preso na partida entre Botafogo e Palmeiras, em Brasília, pelo Brasileiro. O ex-atacante é acusado de fraude e sonegação de jogos que tiveram o mando de campo adquiridos pela sua empresa.

A Polícia Civil do Distrito Federal apreendeu documentos, que ainda vão ser analisados para poder calcular quanto teria sido fraudado. O grupo é acusado de informar uma arrecadação menor do que a verdadeira para pagar menos taxas e impostos. Há indícios de fraude em ao menos quatro jogos que tiveram os mandos de campo adquiridos pela empresa de Roni.

Além da partida de sábado, outras três realizadas em fevereiro estão sob suspeita: Vasco x Fluminense, pelo Carioca, no dia 2, em Brasília; Corinthians x Ferroviário, pela Copa do Brasil, dia 7, em Londrina e Serra x Vasco, pela Copa do Brasil, dia 20, em Cariacica. Cerca de outras 20 partidas realizadas desde 2015 também podem ter sido fraudadas.

Comentários