Neymar - CARL DE SOUZA / AFP
NeymarCARL DE SOUZA / AFP
Por Lance
Rio - A carreira de Neymar é marcada por diversas polêmicas dentro e fora de campo. No último sábado, o atacante foi acusado de estupro por uma mulher, após o encontro entre os dois em Paris. Como reação postou um vídeo em suas redes sociais, com fotos e mensagens trocadas com a mulher e foi intimado a depor por suspeita de crime virtual.

O caso segue sem resolução e é tratado com cautela pelas autoridades. A repercussão na mídia e nas mídias sociais segue intensa, com defesas e acusações. Não é a primeira vez que o jogador mobiliza a atenção ao seu redor por conta de suas atitudes. Relembre outras polêmicas que afetaram o atacante.

TRETA COM DORIVAL

Contra o Atlético-GO, pelo Campeonato Brasileiro de 2011, Neymar foi impedido de cobrar um pênalti pelo então treinador do Santos, Dorival Júnior. O jogador não gostou e se desentendeu com o treinador e também com o capitão Edu Dracena. Dorival, na partida seguinte, anunciou que Neymar seria barrado. Com isso, o Peixe demitiu o treinador.

MONSTRO

Após essa partida contra o Atlético-GO, o treinador do clube goianiense Renê Simões, incomodado e decepcionado com as atitudes do jogador, disse, em coletiva, que "um monstro" estava sendo criado no futebol brasileiro.

CAVANI E PÊNALTIS

Em sua primeira temporada no PSG, Neymar entrou em uma polêmica com Cavani, para ver quem seria o cobrador oficial. A atitude teria dividido o grupo do clube parisiense e o brasileiro não abriu mão de ser o cobrador, mesmo com o uruguaio ser o cobrador oficial antes de sua chegada. Durante esse período, Neymar também tirou a bola de Cavani em uma cobrança de falta, o que gerou vaias da torcida e a intensidade dos boates de relacionamento ruim.

UNAI EMERY

A relação com Unai Emery e a diretoria do PSG também rendeu polêmicas. Protegido pelo treinador e diretoria, a imprensa europeia especulava a insatisfação dos jogadores do clube parisiense com os privilégios do atacante brasileiro. Neymar, inclusive, chegou a convidar o treinador espanhol para sua festa de aniversário, o que também rendeu críticas.

IMPRENSA

A relação com a imprensa também é pauta de polêmicas com Neymar. Durante as Olimpíadas, o jogador discutiu com um jornalista após se irritar ao ser questionado sobre sua vida particular e ida as festas e baladas. O pai de Neymar também já atacou a imprensa em algumas oportunidades ao não receber bem algumas críticas destinadas ao seu filho.

RECUPERAÇÃO

As duas últimas lesões de Neymar causaram divergências em relação a forma que jogador se recuperou. Neste ano, o atacante veio para o Carnaval do Rio de Janeiro quando ainda estava no processo de recuperação, o que indignou a imprensa francesa e os torcedores do PSG. A mãe de Rabiot, Verónique, chegou a criticar os privilégios recebidos pelo atacante publicamente.

SIMULAÇÃO DE FALTAS

Apesar do talento, uma das características do futebol de Neymar é a simulação de faltas, com intuito de ludibriar a arbitragem. A atitude foi vista em todos os clubes em que passou, assim como as críticas. Na última Copa do Mundo (2018), o debate e as críticas se intensificaram ainda mais, assim como as simulações do atleta.

PROBLEMAS FISCAIS

Neymar e o pai do jogador já foram acusados de fraudes fiscais pelo tribunal espanhol, relativo a sua transferência para o Barcelona. Entre 2011 e 2013, o jogador teve alguns de seus bens bloqueados. Em 2017, o staff do brasileiro concordou em pagar cerca de R$ 8 milhões para a Receita.

COPA AMÉRICA CENTENÁRIA

Na Copa América de 2015, Neymar postou um texto em seu Instagram após a eliminação que não caiu bem. O jogador dizia que ia "aparecer um bando de babaca para falar m.." e a atitude foi reprovada pelos críticos. Dentro de campo, contra a Colômbia, Neymar foi expulso por se envolver em confusão com os adversários e pegou quatro jogos de suspensão.

SUSPENSÕES NA EUROPA
Esta temporada foi marcada por duas suspensões do brasileiro no PSG. Nas oitavas da Liga dos Campeões, os parisienses foram eliminados pelo Manchester United, em casa, por 3 a 1. Neymar xingou a arbitragem após a partida em seu Instagram e foi suspenso por três jogos. Na final da Copa da França, após o vice para o Rennes, o atacante agrediu um torcedor durante a premiação do segundo lugar e ganhou mais três jogos de suspensão em competições nacionais.