Festinha acaba em confusão

Os jogadores chegaram ao local com os rostos cobertos para não serem identificados, mas Gabriel Jesus e Miranda acabaram sendo reconhecidos

Por Lance

A comemoração da vitória por 2 a 0 sobre o Catar virou caso de polícia em Brasília. Após a partida de quarta-feira, jogadores da seleção brasileira participaram de uma festa que se estendeu pela madrugada na capital federal. Incomodados com o barulho, moradores do edifício de luxo onde o evento ocorria precisaram chamar a Polícia Militar para acabar com a farra.

De acordo com o site 'Metrópoles', moradores e funcionários relatam que os atletas chegaram ao local com os rostos cobertos, mas pelo menos teriam sido reconhecidos: o atacante Gabriel Jesus e o zagueiro Miranda.

Algumas pessoas registraram a algazarra e publicaram nas redes sociais. A maior reclamação era pelo alto barulho. "O som muito alto está acordando toda a vizinhança. Toda hora chega um Uber com garota de programa. A polícia acabou de chegar também. Esses são nossos heróis", reclamou o morador de um prédio vizinho, em vídeo publicado no Instagram.

A festa só acabou por volta das 4h da manhã, quando policiais chegaram ao local. Segundo a reportagem, eles confirmaram a presença de atletas da Seleção.

Comentários