Ex-marido de Najila diz ter filmado apartamento um dia após suposta invasão

Estivens afirmou que esteve no local para buscar pertences do filho do ex-casal

Por O Dia

Najila Trindade
Najila Trindade -
Rio - Ex-marido de Najila Trindade, Estivens Alves afirmou que filmou a visita ao apartamento dela um dia após a ex-mulher informar que o local havia sido arrombado. Na ocasião, um tablet de Najila, que acusa o Neymar de agressão e estupro, teria sido furtado com outros objetos.
"Eu estive no apartamento na quinta-feira à tarde para pegar as coisas do meu filho. Foi quando eu pedi para ela: 'eu preciso pegar as chaves do apartamento para poder pegar as coisas dele'. Aí que eu tive a notícia por ela de que não precisava as chaves do apartamento, porque o apartamento já havia sido arrombado dias antes. Não sei se foi na quarta ou terça-feira", disse Estivens em entrevista à TV Record.

O objeto conteria, segundo Najila, o vídeo completo registrado em Paris que seria usado como prova contra o jogador. Até aqui, apenas um trecho do vídeo do encontro entre a mulher e Neymar foi tornado público.

"Perguntei como ela sabia disso. Ela falou que a Rosângela, que trabalha com ela, que tinha ido ao apartamento na tarde anterior e constatado que já havia sido arrombado", acrescentou.
Na sexta-feira, em depoimento à Polícia Civil, Najila havia dito que o sumiço do iPad rosa com o vídeo foi comunicado a ela justamente pelo ex-marido. Segundo o depoimento, "a declarante afirma que não chegou a ir até o apartamento em razão de toda a exposição da mídia", mas recebeu a informação após a visita de Estivens ao local na quinta-feira. Sem o tablet de Najila, o vídeo do segundo encontro entre Neymar e ela em Paris não foi entregue aos policiais.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários