Marta treina com bola e aumenta suas chances de enfrentar a Austrália no Mundial

Seleção joga na próxima quinta-feira às 13 horas (de Brasília)

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Recuperada de lesão, Marta participou do treino
Recuperada de lesão, Marta participou do treino -
França - Depois de desfalcar a seleção brasileira na estreia do Mundial Feminino da França, no último domingo, em Grenoble, onde a equipe nacional venceu a Jamaica por 3 a 0, Marta treinou normalmente com bola nesta terça-feira, em Montpellier, e aumentou as suas chances de estrear na competição na quinta, quando o Brasil encara a Austrália, às 13 horas (de Brasília), pela segunda rodada do Grupo C do torneio.

Eleita pela sexta vez a melhor jogadora do mundo pela Fifa, a atacante não encarou as jamaicanas por ainda estar em fase final de recuperação de uma lesão na coxa esquerda. Agora, porém, a craque deu um claro indício de que ficará à disposição do técnico Vadão para o duelo diante das australianas.

Marta participou ativamente e sem nenhum restrição do treinamento realizado em campo reduzido nesta terça. Com boa movimentação, ela também esteve presente em um trabalho de finalizações ao gol e mostrou estar em boas condições para defender a seleção.

Sem a sua principal estrela em campo, o Brasil contou com três gols de Cristiane para derrotar a Jamaica na estreia. Marta se machucou em 24 de maio, durante o período de preparação que o time nacional realizado em Portugal antes de seguir para a França e desde então fez tratamento intensivo para poder atuar.

A recuperação de Marta e a sua provável presença na partida de quinta-feira foi celebrada por Andressa Alves. "A Marta é muito importante para a gente. É a melhor jogadora do mundo, então a gente precisa muito dela, e ver ela treinando e com confiança, ver que ela está 100%, isso dá um alívio para a equipe porque ela, a Formiga e a Cris (Cristiane) são os pilares do time. Então, tendo as três jogadores, a gente tem uma confiança muito maior", afirmou.

Ao ser questionada após a atividade se a principal jogadora do Brasil está totalmente bem para atuar, Andressa Alves respondeu: "100% eu não sei, aí fica mais com os médicos. Mas, vendo ela treinar como vi ela treinando hoje, com 'sangue no olho', acredito que ela está 100% pronta para jogar".

Já ao projetar o duelo diante das australianas, a meio-campista lembrou que as brasileiras enfrentaram as rivais por várias vezes nos últimos anos, como por exemplo nas oitavas de final do Mundial de 2015, quando o Brasil acabou sendo eliminado com uma derrota por 1 a 0. O último encontro entre as seleções ocorreu em julho do ano passado, em amistoso nos Estados Unidos, onde as brasileiras foram batidas por 3 a 1.

"Acho que Brasil x Austrália virou um clássico. Ultimamente a gente tem jogado muito com a Austrália, e a gente sabe da dificuldade que vai ser o jogo porque a Austrália precisa vencer E se a gente vencer a gente estará classificado. Então as duas equipes vão jogar para vencer", previu Andressa Alves.

Depois do duelo desta quinta-feira diante das australianas, a seleção brasileira fechará a sua campanha na primeira fase do Mundial no próximo dia 18, contra a Itália, às 16 horas (de Brasília), em Valenciennes.

Comentários