Olhos abertos para a saúde

Além de problemas oculares, exames oftalmológicos também são capazes de detectar hipertensão e diabetes

Por O Dia

Exame de fundo de olho auxilia no diagnóstico de doenças 'invisíveis' -

Os olhos são mais que espelhos da alma. Além de revelarem nossas emoções, podem mostrar não só doenças oculares, como também diagnósticos de outras doenças. É o caso da hipertensão, por exemplo. Esse tipo de diagnóstico é possível porque o fundo do olho é uma janela para nervos, vasos e artérias. Como a hipertensão é uma enfermidade silenciosa, poucas pessoas sabem que possuem o problema. E, por isso, simples exames oftalmológicos podem ajudar no diagnóstico precoce.

"Com o exame do fundo de olho, a gente vê a essência. A retina, os vasos, artérias e veias. É um espelho do organismo. Dessa forma, ele pode auxiliar nos diagnósticos de doenças como diabetes e hipertensão. E não apenas doenças hematológicas e infecciosas", explica José Ottaiano, presidente do Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Segundo o especialista, é comum o exame de fundoscopia detectar problemas de saúde que as pessoas nem sabem que possuem. "O fundo do olho pode traduzir doenças do organismo inteiro, não apenas oculares. Se os vasos do fundo do olho apresentam problemas, podemos supor que as veias do cérebro e do coração também podem estar com lesões e iniciarmos uma investigação", ressalta.

No caso de pacientes hipertensos, Ottaiano alerta que o indivíduo pode apresentar tonturas, diminuição da acuidade visual (capacidade de distinguir detalhes) e, em casos mais severos, resíduos de espasmos nos vasos, cruzamentos das artérias e veias e até hemorragia. O médico alerta, ainda, para a importância de um acompanhamento. "Inclusive, os exames podem nos dizer se o controle e o tratamento da hipertensão estão sendo bons ou não", conclui.

Comentários

Últimas de Vida Saudável