Dicas para o material escolar

Por

O especialista em finanças Alexandre Prado dá dicas para as pessoas pouparem em 2018. "A primeira dica é para quem tem filho. A compra coletiva é uma economia para os pais que têm amigos com filhos. Comprar no comércio atacadista costuma gerar uma economia e um alívio no bolso para as despesas de material de escolar", conta Prado.

Outra orientação dos especialistas é para os pais juntarem o material escolar do ano anterior e ver a possibilidade de reutilizá-los. Segundo Waldyr Souza, ainda é possível reaproveitar livros didáticos do filho mais velho para o mais novo, se for o caso.

De acordo com o especialista em finanças Prado, as compras de mercado nesses atacarejos também ajuda na economia do lar. "Você pode combinar com os vizinhos ou grupo de amigos de comprar itens e dividi-los entre si. Dessa forma, ajuda pagando um preço mais barato pelos produtos. Outra dica é fugir das marcas mais famosas, porque elas tendem a custar mais caro", orienta.

O especialista finaliza dando ideias para a pessoa gerar uma renda extra em casa. "Uma possibilidade é começar a fazer bolo para vender ou até mesmo vender o que você não utiliza mais em casa. Em vários sites é possível vender itens para contribuir para o orçamento. Isso pode compensar os casos adicionais de gastos que existem no início do ano", explica.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários