Mais Lidas

Temer fala sobre lista de Fachin: 'Temos que dar sequência ao governo'

Presidente participou de cerimônia em prol das mulheres, mas 'saiu um pouco do tema' para falar sobre divulgação dos nomes da Lava Jato

Por caio.belandi

Brasília - Sem citar diretamente a lista do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Michel Temer pediu para "sair um pouco" do tema e, durante cerimônia de atos em prol das mulheres, afirmou que "não podemos jamais paralisar a atividade legislativa". "Temos que dar sequência ao governo, à atividade legislativa e judiciária", disse. Após a divulgação da lista do ministro, que atingiu diversos parlamentares e membros da cúpula do governo, umas das preocupações é com o atraso e o impacto na reforma da previdência, tida como a principal bandeira de Temer.

O presidente disse ainda que é preciso dar atenção a pequenos atos e que "muitas e muitas vezes é preciso se recordar das coisas mais triviais nas instituições brasileiras". "Porque aqui no Brasil, se nós não tomarmos cuidado, daqui a pouco, não deixamos, o Executivo não opera, o Legislativo não opera, o Judiciário não opera. E não é assim", afirmou.

Michel Temer falou sobre a lista de Fachin durante evento em prol das mulheresBeto Barata/PR

Temer reforçou ainda que tem tido apoio do Congresso e ressaltou a independência do Judiciário. "O meu governo tem tido um apoio especial, especialíssimo do Congresso. Quero ressaltar que um governo só funciona porque tem o apoio do Congresso. E, evidentemente, nas eventuais divergências ou interpretações, quem vai dar a palavra final é o Judiciário. E isso que temos que prestigiar cada vez mais", afirmou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia