Adolescente de 15 anos atira contra colegas em colégio no Paraná

Ao menos dois alunos ficaram feridos, sendo um em estado grave

Por O Dia

Dois estudantes foram baleados em escola no interior do Paraná
Dois estudantes foram baleados em escola no interior do Paraná -

Paraná - Um adolescente de 15 anos abriu fogo contra colegas de classe, na manhã desta sexta-feira, no Colégio Estadual João Manoel Mondrone, em Medianeira, no interior do Paraná. Pelo menos dois estudantes ficaram feridos, sendo um deles, de 15 anos, com um ferimento na proximidade da coluna cervical, em estado grave. Ele foi transferido para o Hospital Municipal da Foz do Iguaçu e ainda não se sabe se há risco de sequelas. O outro estudante, de 18 anos, foi atingido no joelho. Ele recebeu atendimento e já foi liberado. 

Segundo testemunhas, a polícia foi acionada, e o atirador, levado junto de um outro adolescente para uma delegacia da região. Com ele também foram apreendidos um revólver, munição e uma faca. Segundo informações divulgadas pela "Globo News", a polícia ainda encontrou uma carta com um pedido de desculpas no material escolar do adolescente, além de recortes de jornais com ataques dentro de escolas nos Estados Unidos e no Brasil. Ele disse aos policiais que vinha sofrendo bullying no colégio.

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o pânico dos alunos após o início dos disparos. 

Armas e munições foram apreendidas pela polícia - Divulgação

Na casa de um dos menores, mais armas foram encontradas pela polícia. Os pais foram levados à delegacia para prestar esclarecimentos.

A Secretaria de Educação do Paraná divulgou uma nota sobre o caso. 

"A Secretaria da Educação informa que um estudante de um colégio da rede estadual em Medianeira disparou uma arma de fogo contra um colega de classe, tendo ferido este nas costas. Em seguida o aluno disparou a esmo pelo estabelecimento, tendo ferido outro aluno, de raspão, no joelho. Os envolvidos são menores de idade e estão matriculados no ensino médio.

O agressor foi apreendido pela Polícia Militar e está sob custódia. Os alunos feridos foram atendidos em um hospital da cidade, sendo que o estudante ferido com mais gravidade está internado.

O Núcleo Regional de Educação de Foz do Iguaçu está no colégio, prestando todo o apoio necessário à comunidade escolar. As aulas foram dispensadas e devem ser retomadas na segunda-feira (01/10).

O colégio já realiza um trabalho constante de prevenção e enfrentamento à violência e reforçará suas atividades nesta questão.

A Secretaria da Educação do Paraná desenvolve ações na rede estadual que visam à prevenção e ao enfrentamento a todas as formas de violências no âmbito escolar, por meio de práticas pedagógicas e subsidiando os profissionais da educação ofertando cursos de formação continuada".

Um caso parecido aconteceu no Rio de Janeiro em abril de 2011, quando Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, invadiu o Colégio Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Norte, e atirou contra os alunos, matando 12 adolescentes, entre 13 e 16 anos, e deixando  13 feridos. Após o tiroteio, o atirador se suicidou. O caso ficou conhecido como "Massacre de Realengo".

Galeria de Fotos

Dois estudantes foram baleados em escola no interior do Paraná Divulgação
Armas e munições foram apreendidas pela polícia Divulgação

Últimas de Brasil