Mais Lidas

Bando explode caixas de bancos, atira contra PM e mata entregador de jornal

Quinze homens roubaram três agências em cidade da Região Metropolitana de Curitiba; perseguição policial foi prejudicada por armadilhas para furar pneus; polícias fazem buscas

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Bandidos explodem caixas eletrônicos dos bancos Itaú, Bradesco e Sicoob, em Piên, na Região Metropolitana de Curitiba
Bandidos explodem caixas eletrônicos dos bancos Itaú, Bradesco e Sicoob, em Piên, na Região Metropolitana de Curitiba -

São Paulo - Um grupo de 15 homens divididos em quatro veículos explodiu na madrugada desta sexta-feira caixas eletrônicos dos bancos Itaú, Bradesco e Sicoob, em Piên, na Região Metropolitana de Curitiba, no Paraná. Na fuga, mataram um homem que fazia a entrega do jornal O Repórter no município vizinho de Agudos do Sul.

Antes da ação, o destacamento da PM de Piên foi atacado pelos bandidos. "Eles efetuaram vários disparos na nossa direção", comentou um policial, que pediu o anonimato.

Neilor Pinto foi morto durante a fuga dos bandidos, seu carro foi confundido com veículo da PM - Divulgação/ PM

A Polícia Militar informou que não iria se pronunciar oficialmente sobre o caso e, até as 11h30 desta sexta-feira, a Secretaria Estadual da Segurança Pública e Administração Penitenciária não havia se manifestado oficialmente.

Além dos disparos à unidade policial, a perseguição ao grupo também foi prejudicada pela colocação de "miguelitos", pequenos artefatos de ferro capazes de furar os pneus das viaturas.

Perseguição ao grupo foi prejudicada pela colocação de 'miguelitos', pequenos artefatos de ferro capazes de furar os pneus das viaturas - Divulgação/ PM

Neilor Pinto, conhecido como "Professor Paraná", foi morto durante a fuga na rodovia PR-419, no bairro do Leão, em Agudos do Sul. "Ao que consta, ele foi confundido com um policial militar, pois estava em um carro que acabou confundido e infelizmente morreu", disse o policial.

Em editorial, a direção do jornal, que fica em Fazenda Rio Grande, lamentou a morte. "Na fuga, passando por Agudos do Sul, efetuaram diversos disparos contra o veículo de um dos nossos colaboradores, completamente inocente em toda a história. Mais conhecido como Paraná, ele não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo. Os roubos ocorreram por volta das 4h11. O assassinato, perto das 5h."

Marcas de tiros registradas pela PM - Divulgação/ PM

O jornalista Pedro Bala, editor do jornal O Repórter e amigo da vítima lamentou a morte. "Era um grande trabalhador, tinha o apelido devido ao seu amor pelo Paraná Clube, tinha a escolinha Professor Paraná, uma grande perda", lamentou.

O caso está sob a investigação da Polícia Civil, que, pela manhã, já iniciava as buscas pela região, assim como a Polícia Militar. O posto da PM que foi atacado tem dois policiais militares durante 24 horas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Bandidos explodem caixas eletrônicos dos bancos Itaú, Bradesco e Sicoob, em Piên, na Região Metropolitana de Curitiba Divulgação/ PM
Marcas de tiros registradas pela PM Divulgação/ PM
Perseguição ao grupo foi prejudicada pela colocação de 'miguelitos', pequenos artefatos de ferro capazes de furar os pneus das viaturas Divulgação/ PM
Neilor Pinto foi morto durante a fuga dos bandidos, seu carro foi confundido com veículo da PM Divulgação/ PM