Bolsonaro ao lado do almirante Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Júnior, que  assumirá o Ministério de Minas e Energia em seu governo  - Reprodução Twitter
Bolsonaro ao lado do almirante Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Júnior, que assumirá o Ministério de Minas e Energia em seu governo Reprodução Twitter
Por Agência Brasil

Rio - O almirante Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Júnior assumirá o Ministério de Minas e Energia. A confirmação foi anunciada nesta sexta-feira pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, na sua conta no Twitter.

O almirante-de-esquadra é atualmente diretor-geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha.

Nascido no Rio de Janeiro, Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Júnior começou a carreira na Marinha em 1973. Foi comandante em chefe da Esquadra, chefe de gabinete do Comando da Marinha e comandante da Força de Submarinos Brasileira.

No exterior, o almirante atuou como observador militar das forças de paz das Nações Unidas em Sarajevo, na Bósnia-Herzegovina.

Ele é o vigésimo nome de ministro anunciado. A previsão é que permaneçam 22 ministérios, dos atuais 29. A intenção de Bolsonaro é enxugar as pastas para economizar recursos.

Repercussão

 

O atual ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, elogiou nesta sexta-feira, na sua conta do Twitter, a confirmação do almirante para a pasta. “[O] presidente Bolsonaro acertou na indicação do Almirante Bento para o MME. Muito bem preparado para as responsabilidades técnicas e de comando do setor. Conhece o funcionamento e os desafios da convivência no parlamento e é de uma família de superdotados.”

Você pode gostar