Damares escolhe general que não cumpriu quarentena para presidência da Funai

General Franklimberg Ribeiro de Freitas, que já havia sido presidente da Funai, assumiu o cargo de conselheiro em uma mineradora do Pará sem cumprir quarentena. Em julho de 2018, a Comissão de Ética Pública da Presidência da República instaurou um processo de apuração ética sobre o caso

Por ESTADÃO CONTEÚDO

General Franklimberg Ribeiro de Freitas voltará a ser presidente da Funai
General Franklimberg Ribeiro de Freitas voltará a ser presidente da Funai -

Brasil - O general Franklimberg Ribeiro de Freitas voltará a ser presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai). A escolha foi feita por Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, ao qual a Funai está vinculada. 

Franklimberg deixou o cargo da Funai em 19 de abril do ano passado, após pressão da bancada ruralista.

Cerca de 40 deputados e senadores da bancada ruralista chegaram a apresentar uma carta ao ex-presidente Temer, solicitando a demissão do servidor, sob o argumento de que o atual presidente da Funai não teria colaborado com o setor.

Franklimberg assumiu o cargo de conselheiro em uma mineradora no Pará sem cumprir quarentena após a sua saída do comando da Funai e, em julho de 2018, a Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu instaurar processo de apuração ética sobre o caso

* Com informações da Agência Brasil

Últimas de Brasil