Dona da Perdigão recolhe mais de 460 toneladas de frango por risco de Salmonella

Bactéria causa vômito, dores abdominais, febre e diarreia. Sintomas podem durar até uma semana

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Produtos da Perdigão
Produtos da Perdigão -

Rio - A BRF anunciou recall de produtos com a marca Perdigão por risco de presença da bactéria Salmonella enteritidis. Os lotes de alguns produtos de carne de frango in natura a serem recolhidos de forma voluntária somam 164,7 toneladas no mercado doméstico. A ação inclui a retirada preventiva de 299,6 toneladas destinadas ao exterior, produzidas nos dias 30 de outubro e 5, 6 7, 9, 10 e 12 de novembro de 2018 na unidade de Dourados (MS).

No mercado local os produtos, com validade de um ano da data de fabricação, são cortes congelados de coxas e sobrecoxas, meio peito sem osso e sem pele, filezinho (sassami), miúdos/coração e filé de peito. "A BRF esclarece que caso esses alimentos não sejam completamente fritos, cozidos, assados ou manuseados conforme descrito nas embalagens, a Salmonella enteritidis representa risco à saúde", diz a empresa no comunicado de recall divulgado nesta quarta-feira, 13.

Em comunicado ao mercado disponível na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a BRF explica que "a decisão de recolher todos os lotes, ao invés de partes da produção afetadas, segue o princípio da precaução e o compromisso da BRF com Segurança Alimentar, Qualidade e Transparência", e que o incidente e o recolhimento dos produtos foram reportados a autoridades brasileiras como o Ministério da Agricultura e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com a qual acordou as bases do recolhimento voluntário.

A companhia diz que iniciou proativamente o inventário e recolhimento dos produtos em rota ou junto aos clientes no mercado interno e externo, e destacou um grupo de especialistas para investigar as origens "deste único caso para garantir a adoção das medidas apropriadas para evitar recorrência".

A produção em Dourados segue "sob um processo rigoroso de manutenção e liberação dos produtos para assegurar que a ocorrência foi pontual e não se repetirá", afirma a empresa.