'Leo Índio', primo de Carlos Bolsonaro, ganha cargo de confiança no Senado

Assessor parlamentar do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), ele vai receber R$ 14 802,41

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Leo Índio é muito próximo do "02", o vereador Carlos Bolsonaro, com quem morou no Rio
Leo Índio é muito próximo do "02", o vereador Carlos Bolsonaro, com quem morou no Rio -

Brasília - "Leo Índio", primo dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, ganhou um cargo de confiança no Senado. Leonardo Rodrigues de Jesus foi nomeado no posto de assessor parlamentar do senador Chico Rodrigues (DEM-RR). Pela nomeação, vai receber R$ 14 802,41.

O novo comissionado do Senado ficou conhecido pelo livre trânsito que tem no Palácio do Planalto. Muito próximo do "02", o vereador Carlos Bolsonaro, com quem morou no Rio, "Leo Índio" esteve no Planalto 58 vezes só nos primeiros 45 dias de governo.

Sobrinho do presidente, Leo Índio nunca assumiu cargo no Planalto, mas mesmo assim era comum vê-lo em reuniões internas e agendas externas de Bolsonaro - Reprodução/ Instagram

O sobrinho do presidente nunca assumiu cargo no Planalto, mas mesmo assim era comum vê-lo em reuniões internas e agendas externas de Bolsonaro. O jornal O Estado de S. Paulo apurou que ele teria participado de pelo menos uma reunião reservada com autoridades envolvidas na reforma da Previdência. Oficialmente, foi a três órgãos internos do Planalto, fora salas e gabinetes por que passou sem anúncio nem registro.

"Léo Índio" também viajou na comitiva da Presidência que foi ao local da tragédia de Brumadinho. Procurado pela reportagem, o assessor não quis se pronunciar.

Galeria de Fotos

Leo Índio é muito próximo do "02", o vereador Carlos Bolsonaro, com quem morou no Rio Reprodução
Sobrinho do presidente, Leo Índio nunca assumiu cargo no Planalto, mas mesmo assim era comum vê-lo em reuniões internas e agendas externas de Bolsonaro Reprodução/ Instagram

Comentários