Trans é morta a pauladas na Zona Sul de São Paulo

Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência de agressão e encontraram Larissa caída

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Trans foi morta a pauladas na Zona Sul de SP
Trans foi morta a pauladas na Zona Sul de SP -
São Paulo - Uma transexual foi assassinada a pauladas, na noite desta sábado, na região da Saúde, na Zona Sul de São Paulo. A Polícia Civil tenta identificar o autor do crime. O agressor está foragido.
A vítima Larissa Rodrigues da Silva, de 21 anos, estava com outra pessoa na Alameda dos Tacaúnas, rua residencial da Saúde. Por volta das 22h10, um homem que dirigia um Volkswagen Voyage tentou a atropelar as duas, segundo boletim de ocorrência informado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).
À polícia, a testemunha contou que o homem retornou depois, desembarcou do veículo e usou um pedaço de madeira para golpear Larissa na cabeça. O criminoso fugiu na sequência.
Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência de agressão e encontraram Larissa caída. Ela foi socorrida por uma ambulância ao Hospital Municipal Doutor Arthur Ribeiro Saboya, também na Zona Sul, mas não resistiu aos ferimentos.
O homicídio foi registrado no 27.º Distrito Policial (Campo Belo). O delegado solicitou perícia no local, além de exame necroscópico.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários