Formada em Artes Cênicas aos 70 anos, ex-seringueira quer abrir oficina para jovens

Formada na Universidade Federal do Acre, Ivete de Souza se encantou pelo teatro em 1987. Participou da oficina do dramaturgo João das Neves, viajou o país e entrou para a universidade aos 65 incentivada por uma amiga

Por Beatriz Perez

Ivete de Souza de formou em Artes Cênicas na Universidade Federal do Acre aos 70 anos
Ivete de Souza de formou em Artes Cênicas na Universidade Federal do Acre aos 70 anos -
Rio - Filha de seringueiro, dona Ivete Souza, de 70 anos, se formou em Artes Cênicas na Universidade Federal do Acre (UFAC) na quarta-feira da semana passada. Ela, que começou a trabalhar aos seis anos, decidiu fazer o vestibular do Enem em 2013, incentivada por uma amiga, quando estava prestes a completar 65 anos. "Eu falei que já estava muito velha, mas minha amiga da igreja insistiu e resolvi fazer", conta.  
Dona Ivete nasceu na área rural de Xapuri, no Acre, onde trabalhava no seringal ajudando o pai junto com os sete irmãos. Aos 15 anos, decidiu se mudar para a cidade, no mesmo município, para estudar. Ela trabalhou como empregada doméstica e terminou o Ensino Fundamental. Com a família para a qual trabalhava, mudou-se para Rio Branco e interrompeu os estudos, que completaria aos 50 anos. 
Ivete de Souza conheceu o Teatro em 1987 e se formou em Artes Cênicas na UFAC aos 70 anos - Arquivo Pessoal
Foi na capital que dona Ivete se encantou pelo teatro em 1987, aos 38 anos. Como atriz, participou da oficina do diretor e dramaturgo João das Neves, cofundador do grupo Opinião, com quem viajou pelo Brasil. Desde então, nunca mais largou o ofício. "Já me apresentei no Rio de Janeiro nos teatros Cacilda Becker e Glaucio Gil com os espetáculos Tributo a Chico Mendes e Caderno de Acontecimentos", lembra.  
O dinheiro com a dramaturgia era incerto e dona Ivete também trabalhou como auxiliar de enfermagem, faxineira, até conseguir emprego na Secretaria de Educação, onde trabalhou, fazendo serviços gerais e como merendeira até se aposentar em 2005.

Quando passou no vestibular, em 2013, a atriz ficou insegura com a idade, mas foi surpreendida com a acolhida dos colegas, que lhe homenagearam na colação de grau. Confira o vídeo abaixo. Até o reitor da universidade, conta, a estimulou a ingressar o mestrado. "Eu me perguntava, será que vai dar certo? Mas, como já tinha passado para a faculdade, enfrentei o medo. Graças a Deus me receberam muito bem. Todos me apoiavam muito, uns me chamavam de mãe, outros de avó", conta.
Dona Ivete não pretende engatar o mestrado, mas tampouco quer saber de descanso. Ela está montando um espetáculo com colegas da UFAC e estreou ontem um canal de humor no Youtube, o Enock Cruz e o Canal da Patifaria Cruz.
Agora, o próximo desafio da atriz é dar aula. "Quero fazer uma área bem grande em casa para dar aulas e oficinas gratuitas para crianças. Estou buscando patrocínio", conta.

Galeria de Fotos

Ivete de Souza de formou em Artes Cênicas na Universidade Federal do Acre aos 70 anos Arquivo Pessoal
Ivete de Souza conheceu o Teatro em 1987 e se formou em Artes Cênicas na UFAC aos 70 anos Arquivo Pessoal

Comentários