Eduardo Bolsonaro se casa no Rio com a presença do pai

Cerimônia aconteceu no pôr do sol deste sábado em uma casa de festas de Santa Teresa

Por O Dia

Bolsonaro posou com o filho
Bolsonaro posou com o filho -
Rio - O senador Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) se casou, no fim da tarde deste sábado, com a psicóloga Heloísa Wolf em Santa Teresa, na região Central do Rio. A cerimônia foi marcada para o horário do pôr do sol, nos jardins da Casa Santa Teresa. A lista de convidados teve apenas 150 pessoas, sendo restrita a parentes e amigos da família.

Galeria de Fotos

Eduardo Bolsonaro e o deputado Helio Lopes Reprodução / Internet
Presidente foi tietado na cerimônia Reprodução / Internet
Lista de convidados contou com apenas 150 nomes Reprodução / Internet
Eduardo Bolsonaro é senador por São Paulo Reprodução / Internet
Cerimônia foi realizada em Santa Teresa Reprodução / Internet
A noiva Heloisa Wolf Reprodução / Internet
Eduardo Bolsonaro com a mãe, Rogéria Bolsonaro Reprodução / Internet
O presidente e a mãe da noiva Reprodução / Internet
Horário do pôr do sol foi escolhido pelo casal Reprodução / Internet
Eduardo Bolsonaro e Heloísa Wolf Reprodução / Internet
Bolsonaro posou com o filho Reprodução / Internet
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) viajou de Brasília para o Rio nesta sexta-feira para prestigiar o filho. "Que Deus proteja essa família que se forma nessa data. Aos 35 anos, Eduardo entra no time dos homens sérios", Bolsonaro postou em suas redes sociais, com uma foto em que aparece ao lado do filho no casamento.
VAIAS
O presidente deixou sua casa, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, por volta das 15h, com um comboio sob forte esquema de segurança. Ele foi escoltado por agentes federais e integrantes do pelotão de batedores.
Na chegada do presidente e dos demais convidados ao local houve algumas manifestações de pessoas que se aglomeravam. Sob vaias e palavras de ordem, incluindo cânticos de músicas conhecidamente contra a ditadura, eles gritaram contra o presidente e seus filhos.
Daniely Cabral, de 43 anos, que se diz contra Bolsonaro e os ex-presidentes Lula (PT) e Michel Temer (MDB), esteva na casa de um amigo e também fez seu protesto. A residência fica bem próxima do local do casamento. Ela colocou a música "Cálice" de Chico Buarque para tocar bem alto e fez questão de cantar em direção à cerimônia. A canção foi um dos símbolos contra a época da repressão; confira no vídeo!

Comentários